A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

10/04/2014 14:51

Garoto de 12 anos corre 15 km para denunciar autor de estupro de irmã de 10

Mariana Lopes

Foi preso, ontem, um rapaz de 21 anos acusado de ter estuprado uma menina de 10 e de ter ameaçado de morte um garoto de 12. As duas vítimas são filhas do padrasto do autor. O crime aconteceu em uma área rural de Bandeirantes, cidade distante 70 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Adolescente é detida ao tentar embarcar para o MT com identidade falsa e drogas
Homem foge depois de agredir enteado e esposa grávida de cinco meses

De acordo com o boletim de ocorrência, o pai das crianças estava bebendo junto com o enteado e a mãe dele na noite de terça-feira (8), quando o rapaz começou a quebrar tudo dentro da casa e a agredir o padrasto.

Em seguida, ele foi para fora da casa, onde estava a menina de 10 anos. O rapaz começou a correr atrás da criança, a forçou a tirar as roupas e a estuprou, conforme relato à polícia.

Desesperado com a situação, o irmão dela, de 12 anos, correu então em direção à cidade para buscar ajuda. O autor perseguiu o menino e o ameaçou de morte, mas ele conseguiu fugir.

O garoto correu em direção à cidade, que fica a mais ou menos 15 quilômetros da casa onde mora a família. No caminho, ele foi localizado por um conselheiro tutelar, que havia sido acionado por motoristas que viram a criança andando às margens da BR-163.

A polícia também foi acionada, mas o autor havia fugido do local, sendo encontrado somente na manhã de ontem.

Segundo a Polícia Civil, o rapaz acusado de ter cometido o estupro saiu do presídio de Dois Irmãos do Buriti no último dia 5. Além de uma extensa ficha criminal, o rapaz também foi preso por estupro quando ainda era menor de idade. Ele tem tatuado nas costas a frase “sou tarado” e o desenho de um pênis.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions