A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

10/12/2014 09:53

Genro degolou aposentado que matou a esposa a facadas, diz Polícia

Viviane Oliveira

Teve grande reviravolta o caso do idoso que matou a ex-mulher, Nilda Avalos, 51 anos, na noite de segunda-feira, na Rua Alice, na Vila Trindade, em Aquidauana, distante 135 quilômetros de Campo Grande. Egídio Pereira, 71 anos, não cometeu suicídio. Ele foi degolado pelo genro, Barcelo dos Santos, 33 anos, conforme a polícia.

Veja Mais
Idoso de 71 anos mata ex-mulher a facadas e comete suicídio
Pistoleiro preso “some” e prefeito de Pedro Juan cobra polícia paraguaia

De acordo com o delegado Antônio Souza Ribas Júnior, responsável pelo caso, as investigações apontaram que o idoso não havia cometido suicídio pela gravidade da lesão. Os depoimentos dos familiares também foram divergentes o que levantou ainda mais as suspeitas. “O idoso foi degolado”, diz, acrescentando que Egídio tentou se matar, mas com três cortes superficiais na região do peito.

Depois de ouvir os familiares e com laudo da perícia, o genro acabou confessando que havia matado o sogro. “Ele disse que entrou no quarto para conter o sogro, mas ao ver a sogra morta ficou nervoso e matou o aposentado”, afirma o delegado. Como não houve flagrante, o genro que vai responder por homicídio doloso, está em liberdade.

Separação - À Polícia, a família do casal disse que a alguns meses os dois estavam separados e que nos últimos dias, Egídio passou a ameaçar a ex dizendo que se ela não ficasse com ele também não ficaria com mais ninguém. No dia 25 de novembro, Nilda registrou boletim de ocorrência contra o ex-marido por pertubação.

No registro, a vítima relatou que estava separada há 6 meses, mas que Egídio não aceitava a separação. Em uma das ameaças, o idoso chegou a dizer que se mataria, mas antes escreveria uma carta a culpando pelo crime.

O caso - Egídio matou a ex-mulher, Nilda, com quatro facadas, três na região do tórax e um corte profundo na garganta. A filha da vítima, identificada por Ramona, relatou que a mãe estava separada, porém, sofria constantemente ameças do autor.

À polícia, Ramona relatou que no dia do crime estava na casa de uma vizinha, quando ao retornar ao imóvel se deparou com a porta da frente encostada e a do quarto trancada. Ao entrar na residência, ela ouviu barulho e em seguida gritos, foi quando, junto com o marido, arrombou a porta do cômodo.

Os dois presenciaram o idoso esfaqueando a mulher. Assustada, Ramona saiu para pedir socorro, foi quando Barcelo matou Egídio. A faca de 20 centímetros de lâmina foi encontrada ao lado do corpo do aposentado.

Idoso de 71 anos mata ex-mulher a facadas e comete suicídio
O idoso Egídio Pereira, 71 anos, matou a ex-mulher, Nilda Avalos, 51 anos, a golpes de faca e em seguida cometeu suicídio na noite de ontem (8), na R...
Morre menina de 11 meses ferida após carro da família capotar em rodovia
Sofia de Almeida Flores, de 11 meses de vida, morreu na madrugada de hoje (5) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, após ficar ferida em acidente oc...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions