A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

08/04/2015 15:00

Governadoria regional será canal direto do cidadão com Reinaldo, afirma diretor

Nomeado ontem, Valdenir Machado informou que representação do governo em Dourados vai funcionar no prédio da Agesul

Helio de Freitas, de Dourados
Valdenir Machado disse que governador quer agilidade no atendimento às demandas da população (Foto: Eliel Oliveira)Valdenir Machado disse que governador quer agilidade no atendimento às demandas da população (Foto: Eliel Oliveira)

O ex-deputado estadual Valdenir Machado, nomeado ontem para comandar a governadoria regional em Dourados, a 233 km de Campo Grande, disse que a representação na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul será o canal direto da população da região com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Veja Mais
Azambuja confirma nome de ex-deputado na primeira Governadoria Regional
Deputados afirmam que governadoria regional vai contribuir com Dourados

Valdenir Machado, que também é filiado ao PSDB, pelo qual disputou, sem sucesso, uma cadeira na Assembleia Legislativa nas eleições do ano passado, disse hoje ao Campo Grande News que a governadoria regional – proposta de campanha de Reinaldo Azambuja – não vai concorrer com o trabalho dos deputados estaduais no encaminhamento das demandas da região.

“A governadoria será ligada diretamente ao governador. Vamos exercer uma função executiva e nada vai atrapalhar o trabalho dos parlamentares. Muitas coisas que acontecem e que o governo precisa saber, não fica sabendo e demora para agir. O governador quer agilidade, um canal direto com ele”, afirmou Valdenir.

Segundo Valdenir Machado, que para ser nomeado para o cargo de direção superior e assessoramento (DGA-1) teve de se afastar do cartório do distrito de Panambi, onde é titular, essa ligação direta entre a cidade e o governo vai facilitar a vida de muitas pessoas que precisam deixar a região para resolver problemas na Capital.

“Vamos fazer uma política direta com o governador. Em vez de o morador procurar o governo, muitas vezes para resolver um problema simples que poderia ser resolvido em Dourados, ele vai procurar a governadoria regional e nós vamos atrás da solução. O governador Reinaldo quer resposta rápida ao cidadão quando o governo for chamado e solução imediata. Muitas vezes o cidadão precisa do governo e leva-se um tempão para ele ouvir um não”, declarou Machado.

Estrutura enxuta – Repetindo palavras do próprio governador, Valdenir Machado disse que a governadoria regional não será “cabide de emprego” e vai funcionar com uma estrutura enxuta, no prédio onde atualmente está instalada a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul), na Vila Planalto, região oeste da cidade. Não existe ainda uma data definida para a abertura do escritório do governo.

“A Agesul funciona em Dourados muito precariamente, não tem força nenhuma, não tem maquinário porque tudo está terceirizado. O Reinaldo determinou o máximo de economia, sem gastos desnecessários. Ele não quer mais um elefante a ser alimentado, mas uma coisa bem simples e funcional. Então está bem encaminhado para que a governadoria regional funcione naquele prédio, que pertence ao governo”.

Outros nomeados – Valdenir Machado vai comandar o escritório do governo do Estado em Dourados assessorado por outros dois políticos da cidade, o tucano Geraldo Sales Ferreira, nomeado como diretor gerencial (DGA-2) e Walter Ribeiro Hora, gerente-executivo (DGA-4).

Em 2011, na época filiado ao PSDC, Geraldo Sales foi candidato a prefeito na eleição extemporânea que ocorreu em fevereiro daquele ano, vencida pelo atual administrador da cidade, Murilo Zauith (PSB). Em 2012, foi candidato a vereador, teve 1.326 votos, mas ficou como suplente. No ano passado ele deixou o PSDC e se filiou ao partido de Reinaldo Azambuja para se candidatar a deputado federal. Teve 4.971 votos.

Nessa mesma eleição, mas disputado como candidato a deputado estadual, Valdenir Machado recebeu 5.717 votos.

O professor Walter Hora é militante histórico do PPS. Foi vereador em Dourados e entre 2013 e 2014 comandou a Agência Municipal de Transporte e Trânsito da cidade. Saiu para se candidatar à Câmara Federal, mas só conseguiu 2.887 votos.

Escritório da Agesul em Dourados vai ser transformado na sede da governadoria regional (Foto: Eliel Oliveira)Escritório da Agesul em Dourados vai ser transformado na sede da governadoria regional (Foto: Eliel Oliveira)



Aguardemos.
A ver.
 
Critico em 09/04/2015 09:14:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions