A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

24/03/2011 07:26

Governo federal reconhece situação de emergência em MS

Ítalo Milhomem
BR-158, entre Cassilândia e Paranaíba. (Foto: Jornal Tribuna Livre)BR-158, entre Cassilândia e Paranaíba. (Foto: Jornal Tribuna Livre)

O governo federal por meio da Secretaria Nacional de Defesa Civil reconheceu a situação de emergência em parte do Estado de Mato Grosso do Sul em virtude das fortes chuvas que aconteceram no Estado nos últimos meses e que causaram enchentes ou inundações graduais gerando enormes prejuízos.

De acordo com chefe da Defesa Civil Estadual, Coronel Ociel Ortiz, o governo fez dois decretos, um desses, que foi reconhecido hoje pelo governo federal é referente a locais em que as rodovias e pontes foram destruídas por conta das chuvas.

“Existe um mapa no processo que está em Brasília, que mostra todas as estradas e a quilometragem e pontes destruídas. São 1.170 quilômetros de estradas danificadas, que custaram R$ 80 milhões para os reparos. Outros R$ 35 milhões foram solicitados ao governo federal para construção de 35 pontes de concreto, que foram destruídas ou danificadas pelas chuvas totalizando o prejuízo de R$ 115 milhões, somente na questão estrutural”, afirma Ociel.

Segundo Ociel, 21 municípios já decretaram o reconhecimento de situação de emergência e outros ainda estudam a possibilidade, a expectativa que os pedidos cheguem a 25 municípios nesta situação.

“Somente nos municípios que já contabilizaram os prejuízos e estão quantificados nos processos que estão em Brasília ultrapassam R$ 100 milhões. O governo federal já reconheceu a situação de emergência nos municípios de Anastácio, Dois Irmãos e Ivinhema. Outros processos ainda estão em análise e até a próxima semana, todos os processos devem ser reconhecidos pela Defesa Civil Federal”, explica o chefe da Defesa Civil .




Os politicos brasileiros deviam tomar de exemplo o Japão, chora pouco e trabalha muito vejam essa reportagem, http://g1.globo.com/tsunami-no-pacifico/noticia/2011/03/japao-reconstroi-rodovia-destruida-por-terremoto-em-apenas-seis-dias.html
 
Pedro Fernandes em 24/03/2011 10:59:00
Enquanto no Japão as estradas(após os tsunami e terremoto) são arrumadas em apenas seis dias.... aqui no Brasil se vão meses ou então anos!!!

Isso é o Brasil!!!
 
Lucas Cabrera em 24/03/2011 03:36:49
O Japão arrumou 150 m de rodovia em 6 dias e com uma qualidade tão alta que nem parece que foi destruída pelo terremoto. Vamos ver quanto tempo os políticos brasileiros levam pra arrumar as nossas estradas e a qualidade final dos trabalhos.
 
Bruno Nodes em 24/03/2011 01:36:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions