A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

28/05/2014 10:40

Governo interdita trecho da Estrada Parque em Corumbá por causa da cheia

Bruno Chaves
Interdição pode durar até meados de agosto (Foto: Divulgação/Assessoria)Interdição pode durar até meados de agosto (Foto: Divulgação/Assessoria)

O trecho Lampião Aceso – Curva do Leque, da rodovia MS-228, em Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande, ficará interditado por causa da cheia do Pantanal e dos elevados níveis de água que chegam a cobrir as pistas. O impedimento do tráfego de veículos começa a valer a partir de amanhã (29).

A medida foi anunciada por meio de nota de utilidade pública, divulgada na terça-feira (27), pela Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos). A proibição parcial vale somente para o trecho da Estrada Parque, que compreende as rodovias estaduais MS-228 e MS-184.

Os usuários das rodovias ainda devem ficar atentos a suspensão do serviço de travessia de veículos em balsa na região do Porto da Manga, sobre o Rio Paraguai.

Quem utiliza o trecho interditado para viajar pela região pode ter acesso a MS-228, no trecho Curva do Leque – Fazenda Alegria, usando como rota alternativa a MS-184, região do Buraco das Piranhas, na BR-262.

Conforme o diretor executivo da Agesul de Corumbá, Luiz Mario Anache, a interdição da Estrada Parque pode durar até meados de agosto. “Daqui uns 10 dias o Rio Paraguai para de encher e no final de agosto as águas começam a baixar”, disse.

Luiz ainda explicou que a interdição é necessária porque a região da Estrada Parque é alagada por águas de diversos rios, entre eles o Miranda, o Negro e o Taquari. “Depois que os rios encharcam os campos, começam a vazar na estrada”, lembrou.

Serviço de travessia de balsas também ficará suspenso (Foto: Divulgação/Assessoria)Serviço de travessia de balsas também ficará suspenso (Foto: Divulgação/Assessoria)

Caminho da pecuária – A Estrada Parque tem 120 quilômetros de extensão e é a principal ligação entre a região do Pantanal da Nhecolândia e Corumbá.O caminho funciona como rota para a pecuária de uma região com 1,8 milhão de cabeças de gado, além das pousadas e hotéis voltadas ao ecoturismo.

Toda a extensão da estrada tem 100 pontes de madeiras que cortam os rios Miranda, Abobral e Paraguai.

Homem é preso ao ser flagrado transportando 191 quilos de maconha
Hellington Sant Ana Mota, de 33 anos foi preso acusado de tráfico de drogas por transportar 191 quilos de maconha no porta-malas de um carro. O flagr...
Quadrilha é presa acusada de roubo a joalheria; funcionária é suspeita
Uma quadrilha formada por 10 pessoas foi desarticulada pela Polícia Civil de Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, após investigações de roubo a ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions