A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2017

17/07/2015 16:59

Grupo criminoso desafia governo do Paraguai e executa mais três policiais

Helio de Freitas, de Dourados
Viatura da Polícia Nacional do Paraguai incendiada nesta sexta no Departamento de San Pedro (Foto: Divulgação)Viatura da Polícia Nacional do Paraguai incendiada nesta sexta no Departamento de San Pedro (Foto: Divulgação)

Três suboficiais da Polícia Nacional do Paraguai foram executados a tiros na tarde desta sexta-feira em uma rodovia na região de Yagareté Forest, no Departamento (equivalente a Estado) de San Pedro, a cerca de 200 km da fronteira com o Mato Grosso do Sul.

Agustín Romero, Roque Salinas e Crispín Rojas foram crivados de bala na cabeça, retirados da viatura e os corpos deixados na estrada. O carro ocupado pelos policiais foi incendiado.

A imprensa paraguaia informa que esse é o segundo ataque a policiais de San Pedro nos últimos dias. No fim de semana, outros dois tinham sido mortos. As mortes são atribuídas ao EPP (Exército do Povo Paraguaio), um grupo criminoso que afronta o governo do país vizinho.

San Pedro faz divisa com o Departamento de Amambay, cuja capital é Pedro Juan Caballero, e fica na região norte do Paraguai.

O jornal ABC Color, o mais influente do Paraguai, informou, citando fontes das forças policiais paraguaias, que o ataque desta sexta-feira foi em represália à prisão de um importante membro do EPP, Alberto Duarte, acusado de abrigar criminosos do grupo.

Duarte mora a poucos quilômetros da fazenda onde os policiais Adalberto Candia e Egidio Chávez foram mortos domingo, em Pacola, localizada entre San Pedro e Canindeyú, que também faz fronteira com Mato Grosso do Sul.

Em entrevista coletiva na tarde desta sexta em Assunção, a capital do Paraguai, o ministro do Interior, Francisco de Vargas, disse que a caminhonete ocupada pelos três policiais foi alvejada por pelo menos 150 disparos. Criticado pela oposição ao governo por não impedir o crescimento do grupo criminoso, De Vargas disse que o ataque de hoje é uma declaração de guerra ao Estado.

Jovem morre ao ser atingido por tronco de eucalipto enquanto cortava árvore
O trabalhador Sebastião Silva Oliveira, 21, morreu atingindo por uma tora de eucalipto enquanto cortava a árvore. O caso aconteceu na tarde de ontem ...
Corpo de homem não identificado é encontrado em casa à venda
Um homem ainda não identificado foi encontrado morto dentro de uma casa que está à venda na região central de Corumbá, distante 419 km de Campo Grand...
Homem que cumpria pena no semiaberto é executado a tiros; autor fugiu
Foi morto a tiros nesta segunda-feira (20) em Rio Negro - cidade localizada a 144 km de Campo Grande - Norimar Gastão Dutra Junior, de 28 anos. O cri...
Apresentações do projeto 'Um poeta na cidade' acontecem na quinta-feira
Caarapó - cidade localizada a 283 km de Campo Grande - recebe na próxima quinta-feira (23) o projeto "Um poeta na cidade", de Emanuel Marinho. O proj...



É que no paraguai não existe policia de verdade igual tem aqui no BR
 
wild em 17/07/2015 22:50:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions