A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

30/09/2015 13:49

Grupo preso em Caarapó é acusado de matar sete para controlar tráfico

Nove pessoas, entre elas um adolescente, foram presas nesta quarta em ação conjunta entre policiais civis e agentes da Polícia Federal; três suspeitos continuam foragidos

Helio de Freitas, de Dourados
O grupo preso nesta quarta é acusado de matar sete pessoas para controlar o tráfico de drogas em Caarapó (Foto: Sidney Bronka/94 FM)O grupo preso nesta quarta é acusado de matar sete pessoas para controlar o tráfico de drogas em Caarapó (Foto: Sidney Bronka/94 FM)

Nove pessoas foram presas nesta quarta-feira (30) em Caarapó, a 283 km de Campo Grande, durante a “Operação Palis”, desencadeada pela Polícia Federal em conjunto com a Polícia Civil e a Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira). Palis, em grego, significa “combate”.

Veja Mais
Polícia Civil, Defron e PF fazem operação contra tráfico de drogas
Homem tem pescoço cortado e é encontrado morto em rodoviária

O grupo é acusado de fazer parte de uma quadrilha de traficantes de drogas que teria declarado guerra a grupos rivais para controlar a venda de entorpecentes na cidade de 25 mil habitantes. Um décimo integrante do bando já estava preso na penitenciária de Dourados, a 233 km da Capital. Outros três acusados ainda estão foragidos.

Em entrevista coletiva na 1ª Delegacia de Polícia de Dourados, dois delegados da PF, três da Polícia Civil e um da Defron divulgaram as informações sobre a operação, realizada desde a madrugada desta quarta.

Os presos - Foram presos em Caarapó Domingas Saavedra Barrios, 55, o filho dela Carlos Saavedra Barrios, 22, Ruberval Vilhalva da Andrade, 21, Fernando Aquino, 47, Fabio Vera Cordoval, 26, Valmir Savedo, 34, Oscar Savedo Benites, 29, (primo do Valmir), Welinton de Oliveira Servin, 29, e um menor de 16 anos. O nome do acusado que já estava preso não foi divulgado, assim como dos outros três que permanecem foragidos.

Na casa de Domingas, os policiais encontraram 270 gramas de crack. Segundo a investigação, o grupo é responsável por sete homicídios e duas tentativas de assassinato que aconteceram em Caarapó nos últimos cinco meses em Caarapó. Em outras residências dos suspeitos os policiais encontraram munições e peças de motocileta, que serão periciadas.

As investigações começaram após a chacina de quatro pessoas, em abril deste ano. Segundo o delegado regional da Polícia Civil, Lupércio Degeroni, as pessoas presas hoje lutavam pelo controle da venda de droga em Caarapó. As mortes estariam ligadas direta ou indiretamente com o tráfico no perímetro urbano da cidade.

Todos os presos estão com prisão decretada por 30 dias, prorrogável por mais 30. As investigações continuam, segundo a polícia.

Delegados durante entrevista coletiva para anunciar resultado da Operação Palis, realizada hoje em Caarapó (Foto: Sidney Bronka/94 FM)Delegados durante entrevista coletiva para anunciar resultado da Operação Palis, realizada hoje em Caarapó (Foto: Sidney Bronka/94 FM)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions