A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

29/07/2014 14:20

Há quase dois meses, roubos a caixas eletrônicos ainda são mistério

Renan Nucci
Caixas estourados em Bela Vista. (Foto: Cidade de Dourados)Caixas estourados em Bela Vista. (Foto: Cidade de Dourados)

Prestes a completar dois meses desde o registro do primeiro roubo a caixas eletrônicos no ano em Mato Grosso do Sul, a Polícia Civil segue sem novidades. Ao todo foram cinco casos em Mato Grosso do Sul.

Veja Mais
Caixa eletrônico de aeroporto com defeito há 6 dias causa transtornos
Depois de roubarem dois carros, bandidos arrombam caixa eletrônico

De acordo com a delegada Jennifer Estevam de Araújo, de Bela Vista, cidade que foi alvo em 2 de julho, o modo de atuação dos bandidos tem implicado no desenvolvimento das investigações.

Na ocasião, quatro homens armados, encapuzados e com luvas invadiram uma agência bancária e explodiram os caixas, fugindo com certa quantia em dinheiro. As imagens das câmeras de segurança ajudaram pouco.

“Eles estavam disfarçados, o que dificulta. Após a ação ainda queimaram o carro usado na fuga e que aparecia nas imagens, mas as ações continuam”, disse Araújo, afirmando que mais pessoas podem estar envolvidas. Ela explica que uma das hipóteses é que o grupo cometa diversos crimes, mas quando fica no prejuízo, recorre aos caixas para conseguir dinheiro rápido.

No dia 7 de junho, Aral Moreira, na fronteira com o Paraguai, também foi alvo. Os ladrões estouraram um caixa eletrônico localizado dentro do supermercado. O caso chamou a atenção dos moradores, já quer é algum incomum para a região. Mesmo assim, o delegado Lucas Soares de Caires, diz que ainda não há dados sobre a identidade dos suspeitos.

“Aguardamos os exames dos laudos de perícia expedidos, para quem assim possamos dar continuidade aos trabalhos”, apontou Caires, dizendo que as autoridades avaliam a possibilidade de que grupoes distintos possam estar atuando no Estado.

Outros casos - No dia 5 de junho, três homens encapuzados invadiram um supermercado localizado na área central de Inocência, município localizado na divisa com o Goiás. Armados, eles renderam três funcionários que trabalhavam na descarga de mercadorias, explodiram um caixa eletrônico e depois fugiram com o dinheiro.

No dia 4 de julho, em Corumbá, fronteira com a Bolíva. Dois homens que ainda não foram identificados utilizaram dinamites para tentar explodir os caixas. Um dos explosivos falhou e as máquinas sofreram danos, mas não foram abertas. Frustrada, a dupla fugiu de mãos vazias.

As autoridades investigam também, juntamente com o Garras (Grupo Especializado de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros), de Campo Grande, se há envolvimento entre as pessoas que roubaram os caixasa com os indíviduos que assaltaram uma mineradora na cidade de Sidrolândia, em busca de artefatos explosivos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions