A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2017

19/12/2012 15:52

Heitor Miranda é diplomado e Murtinho em meio a protesto contra cassação

Manifestantes dizem que ele não assume com vontade do povo e questionam justiça na situação

Nadyenka Castro
Manifestação em frente ao Fórum de Porto Murtinho.Manifestação em frente ao Fórum de Porto Murtinho.
Heitor Miranda, à esquerda, e Malaquias foram diplomados. (Foto: Toninho Ruiz)Heitor Miranda, à esquerda, e Malaquias foram diplomados. (Foto: Toninho Ruiz)

Heitor Miranda dos Santos (PT) foi diplomado prefeito de Porto Murtinho nesta quarta-feira em meio a protesto contra cassação. Aproximadamente 1,2 mil pessoas se reuniram em frente ao Fórum, onde era realizada a solenidade, e questionavam a justiça na situação.

Heitor Miranda e o vice, Francisco Gomes Sobrinho, o Malaquias (PP), foram diplomados porque a prefeita eleita, Rosângela Baptista (PMDB) e o vice, Alex Ver Meyer Pires, foram cassados pela Justiça Eleitoral, após denúncia do MPE (Ministério Público Eleitoral). Consta que eles foram beneficiários de condutas lesivas à disputa praticadas pelo então prefeito, Nelson Cintra.

Enquanto prefeito, vice e vereadores eram diplomados, cerca de 1,2 mil pessoas, com cartazes, títulos de eleitor simbólicos rasgados e nariz de palhaços, protestavam contra a decisão da Justiça Eleitoral.

“Nossa indignação é porque o povo escolheu ela [Rosangela] e hoje foi diplomado o prefeito do PT”, fala Sônia Ferreira, 44 anos, servidora estadual que participou do protesto. “Ela foi cassada por série de irregularidades que ela não fez”, diz.

Para Policarpa Estigarribia, 42 anos, funcionária pública, “a justiça tardia é injustiça”, declara, referindo-se a investigações que, segundo ela, deveriam ser feitas e decisões tomadas contra Heitor Miranda, que já foi prefeito de Porto Murtinho. “A vontade é de rasgar meu título”.




Isso realmente é uma vergonha...não fizeram valer o nosso voto...Rosangela Baptista ganhou com muita humildade e garra, foram 89 votos de diferença, pra hoje estar nessa situação....inacreditável...vergonhosoooo o Heitor se apossar da administração na qual a população não o elegeu...muito processos contra ele e nada foi julgado, somente o da Rosangela...isso mostra a perseguição contra ela...a tal da amizade, camaradagem, falou mas alto...queremos justiça de verdade...que faça valer o nosso voto...
 
Nancy Palacio em 21/12/2012 14:04:51
acho um absurdo isso que esta acontecendo ,uma pessoa falar pela populacao,a vontade do povo nao vale nada,pra que fazer eleicoes entao ,eles tem um processo no forum que esta engaveta ,eai vai ficar la criando mofo,to muito indignado pois o nosso pais e uma vergonha em termo democracia
 
alex yamasaki em 19/12/2012 23:15:30
Realmente o que aconteceu aqui é lamentável,pois só o lado da Rosângela houve investigação. Do lado do Heitor teve compra de passagens pelo SINTED, na rádio a candidata disse que tinha cota de gasolina para dar a quem precisasse.Não queremos mais votar daqui a 02 anos, que a justiça indique os eleitos.
 
Maria Luiza Gavilan em 19/12/2012 20:54:08
Realmente, o que aconteceu em Porto Murtinho foi fora do comum. A MP promoveu uma perseguição implacável à prefeita eleita Rosangela Baptista. Ela nem tinha conhecimento dos fatos que culminaram com a sua cassação. Porto Murtinho clama por justiça. A midia sulmatogrossense tem que voltar seus olhos para os absurdos que estão ocorrendo aqui.
 
João Dias em 19/12/2012 18:26:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions