A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2017

25/01/2013 14:17

Homem atira dentro de casa e depois morre em confronto com a PM

Mãe, namorada e o filho de 13 anos estavam na residência. Ele não obedeceu ordem da PM

Nadyenka Castro

Rafael Aires da Silva, 32 anos, morreu em confronto com a PM (Polícia Militar) na madrugada desta sexta-feira, em Ladário, a 419 quilômetros de Campo Grande. Antes, ele havia disparado tiros dentro de casa, onde estava a mãe dele, a namorada e o filho de 13 anos.

Veja Mais
Agricultura familiar é base de projeto social que distribui cestas de alimentos
Ministro da Defesa vem a MS para conhecer monitoramento de fronteira

A família mora em uma chácara a quatro quilômetros da área urbana de Ladário. A namorada conseguiu fugir, chamou a PM (Polícia Militar) e foi para a casa do caseiro, que fica a 100 metros da residência.

De acordo com a Polícia Civil, Rafael pegou o carro da mãe e foi procurar a namorada. Ao questionar o caseiro, este disse que não sabia da jovem, foi agredido e obrigado a entrar no veículo de Rafael.

Quando Rafael saía da chácara, os militares chegaram. Ele desceu do automóvel e atirou e caminhou com a arma nas mãos em direção a um dos policiais. O militar fez três disparos para o chão e mandou que ele parasse. Rafael não obedeceu.

O militar atirou em Rafael, que foi alvejado e levado para o hospital, onde morreu. Conforme a Polícia Civil, o filho dele assistiu a cena pela janela de casa e confirmou que o pai não obedeceu a ordem do militar e estava com o caseiro no carro.

Rafael é usuário de drogas e toma remédios controlados. Antes da situação, ele havia ingerido duas garrafas de vinho com a namorada. A arma do policial e de Rafael foram apreendidas. Ninguém foi atingido pelos tiros disparados por Rafael.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions