A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

15/09/2014 07:57

Homem confessa que matou mulher a facadas após ser alvo de deboche

Caroline Maldonado
Fagner confessou o crime e foi preso (Foto: Coxim Agora)Fagner confessou o crime e foi preso (Foto: Coxim Agora)

Foi preso o homem que matou a golpes de faca Maria Lucineide Martinez, 26 anos, na madrugada de domingo (14) em Coxim, a 260 quilômetros de Camo Grande. Fagner Luiz da Silva Teles, 33 anos, levantou suspeita da polícia porque deixou sua bicicleta no local do crime, um terreno baldio, no bairro Senhor Divino. Ele havia registrado um boletim de ocorrência acusando a vítima de roubar seu celular na na terça-feira (9).

Veja Mais
Jovem de 26 anos é morta a facadas na saída de casa noturna
Cinco pessoas são atingidas por raio em colheita de cana e uma morre

A polícia fez buscas na casa dela, mas não encontrou o aparelho. Quando foi preso, na tarde de domingo (14), ele confessou o crime e disse a polícia que encontrou a vítima em uma casa noturna e ela debochou dele, já que não provou o roubo do celular.

Segundo o jornal Coxim Agora, Fagner e a vítima estavam numa casa noturna quando se encontraram e começaram a brigar. Em seguida, Fagner pegou uma faca e acertou duas facadas na vítima, uma em sua mão direita e a outra em seu seio esquerdo, que quase atravessou o tórax. Após desferir as facadas, o autor fugiu do local deixando sua bicicleta.

A polícia informou ao jornal que a mulher foi encontrada já sem vida, por volta de 4h55, por militares do Corpo de Bombeiros e técnicos em enfermagem do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) num terreno baldio, na rua Couto Pontes. Ela Maria tinha um ferimento de 3,5 centímetros no seio esquerdo e morreu possivelmente de hemorragia devido à facada ter perfurado seu pulmão esquerdo.

Segundo a perícia, agonizando Maria conseguiu dar a volta na quadra para tentar fugir, mas não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo. O corpo foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Coxim onde passou por uma necropsia e em seguida foi liberado para a família realizar o velório. Fagner foi levado para 1ª Delegacia de Polícia Civil de Coxim, onde foi indiciado por homicídio doloso, quando a intenção de matar, qualificado por motivo fútil. Ele foi levado para o Estabelecimento Penal Masculino de Coxim.

Cinco pessoas são atingidas por raio em colheita de cana e uma morre
Um trabalhador rural identificado como Abmael Fernandes dos Santos, de 30 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (7) ao ser atingido por um raio en...
Autores de 'arrastão' são presos após perseguição de moto; veja o vídeo
"Desculpem os palavrões, mas há situações em que a gentileza não é prioridade". Assim a Getam (Grupamento Especial Tático de Motos) publicou nesta qu...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions