A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

11/06/2013 08:57

Homem de 45 anos pode ter morrido de gripe A, desta vez em Corumbá

Paula Maciulevicius

A Secretaria Estadual de Saúde investiga se Walfrido Maciel, 45 anos, foi vítima de HN1. O homem morreu nesta segunda-feira, no CTI (Centro de Terapia Intensiva) da Santa Casa de Corumbá.

Veja Mais
Contra protocolo, pacientes com suspeita de H1N1 dividem emergência
Morte por H1N1 é descartada, mas notificações dobram em vinte dias

Walfrido deu entrada no CTI ainda no final de semana. Segundo a gerente de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de Corumbá, Beatriz Assad, o órgão foi informado da suspeita no domingo. No mesmo dia foi colhido material para análise no Lacen (Laboratório Central do Estado), em Campo Grande, e feito todo acompanhamento com os familiares, de quem teve contato maior com ele.

Ainda internado, o paciente chegou a tomar a medicação para gripe A, o Tamiflu, mas morreu nessa segunda. O corpo foi sepultado às 9h desta terça-feira, no cemitério Santa Cruz, em Corumbá.

A gerente de Vigilância Epidemiológica alerta que a população não precisa entrar em pânico. “O município já está imunizado porque atingiu mais do que a meta da campanha e ainda tem vacinas disponíveis”, reforçou.
Em todo o Estado apenas um caso foi confirmado. A morte de Edmar da Silva, 41 anos, no último dia 3, na Santa Casa. Além de Corumbá, há outro óbito em investigação em Campo Grande.

Até ontem, foram 129 casos da doença notificados e apenas cinco deles confirmados, segundo balanço da Secretaria de Saúde do Estado. Em menos de um mês os números da doença mais que dobraram. O primeiro balanço divulgado, no dia 17 de maio, continha 56 casos sob investigação. 




espero que não haja mas falha por parte dos médicos, Walfrido procurou a clinica protomed em corumba o dr Nicola atendeu receitou so um remedio pra gripe e liberou para retornar a casa, mas o paciente não só piorou voltou a clinica ja com suspeita de hn1 mas o médico não a diagnisticou a doença tratou o paciente so da pneumonia dupra ficou internado por cinco dias não houve melhora mandaram cti so no cti que fizeram exame do hn1 mas aí foi tarde demas
 
waldemarr surubi correa em 14/06/2013 09:39:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions