A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

04/08/2015 16:35

Homem mata professora a tiros e depois atira contra a cabeça na fronteira

Mariana Rodrigues
Logo após cometer o crime, o autor se deslocou para sua residência e cometeu suicídio. (Foto: Ponta Porã Informa)Logo após cometer o crime, o autor se deslocou para sua residência e cometeu suicídio. (Foto: Ponta Porã Informa)

Na manhã desta terça-feira (4), o brasileiro Julian Vargas, 59 anos, matou a ex-esposa, identificada como Teodora Melgarejo, 40 anos, em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, cidade que faz fronteira com Ponta Porã - distante 323 km da Capital. A vítima estava indo para a escola Panchito Lopez, onde trabalhava como professora.

Veja Mais
Homem é morto com tiro na cabeça e empresário escapa de atentado
Homem é preso após perseguir e esfaquear ex-mulher

Segundo informações do site Ponta Porã Informa, a professora estava em uma moto vermelha quando Julian efetuou os disparos de arma de fogo. Logo após cometer o crime, o autor se deslocou para sua residência na Rua Eusebio Avala, no bairro Virgem Caacupê e cometeu suicídio, atirando na própria cabeça.

A polícia paraguaia realizou os procedimentos de praxe e logo depois, os corpos foram liberados para os familiares. A morte da professora Teodora deixou alunos e professores consternados em Pedro Juan Caballero, pela forma trágica dos acontecimentos.

Esse é o segundo crime ocorrido na região em menos de 24h. Na noite de ontem (3), em Ponta Porã, Joaquim Ferreira Alves Neto, 47, foi assassinado a tiros na avenida Brasil, em frente a ACEPP (Associação Comercial e Empresarial de Ponta Porã).

Joaquim estava parado dentro de um Cross Fox, preto, em frente aos Correios. O assassino, que estava em uma moto, teria estacionado ao lado do veículo, e disparado três tiros.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions