A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

08/02/2011 17:13

Casa que foi soterrada em Corumbá e matou homem estava condenada

Marta Ferreira
Casa onde homem morreun soterrado (Foto: Anderson Gallo/Diário Online)Casa onde homem morreun soterrado (Foto: Anderson Gallo/Diário Online)

A casa que desabou nesta tarde, no bairro Cervejaria, em Corumbá, matando um homem, já estava condenada pela Prefeitura. O morador, Miguel Luiz do Nascimento, de 62 anos, havia sido notificado, segundo a prefeitura, e estava no cadastro para receber uma casa em construção com recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

Miguel não teve tempo para a mudança. Nesta tarde, uma chuva muito forte na cidade provocou o desabamento de um muro vizinho à casa dele, que levou a terra de um barranco e soterrou o morador.

Vizinhos também relataram que um rapaz de 26 anos foi retirado dos escombros. Identificado como Fabrício do Nascimento, ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para o Pronto-Socorro Municipal. De acordo com o plantão do PS, o rapaz teve escoriações leves pelo corpo e está em observação.

Testemunho- Vizinhos relataram ao jornal Diário Corumbaense que ouviram um barulho e depois muitos gritos de socorro. Algumas pessoas correram para o local. Várias pessoas ajudaram a resgatar o rapaz que foi levado com vida para o hospital.

"Quando retiramos o Fabrício, perguntamos a ele se havia mais alguém dentro da casa e ele informou que não. Depois, o Corpo de Bombeiros conseguiu localizar o corpo do Miguel. Acreditamos que ele tenha morrido porque sua cama ficava encostada na parede que veio abaixo, ou seja, toda a terra e muitas pedras caíram sobre ele enquanto dormia”, relatou o morador Ênio Batista da Silva, de 46 anos.

“Toda vez que chove é isso, é um tormento. Vivo nessa área há mais de 14 anos e chuva significa muito medo. Hoje, por exemplo, estou com muito medo de minha casa vir abaixo e acontecer a mesma coisa com alguém de minha família", desabafou.

A Defesa Civil está no local, avaliando os estragos. O secretário de Infraestrutura, Ricado Ametla, e vice-prefeito, Ricardo Eboli, também estão no local.

Segundo as informações fornecidas pela assessoria de imprensa da Prefeitura, duas casas foram atingidas pelo desabamento, ocorrido na alameda Boa Esperança, no bairro Cervejaria, próximo à escola Tilma Fernandes Veiga.

O bairro é um dos mais antigos de Corumbá, próximo à região do Porto Geral, e é considerado área de risco.




Caros redatores do Campo Grande News, mais uma vez vejo que a liberdade e expressão em nossa cidade foi ferida por vcs, fiz um comentário nada ofensivo, apenas comparando problemas existentes em outro estado a um que pode estar começando em Corumbá e vejo que vcs mais uma vez imaginaram que estava eu ofendendo as pessoas residentes em morros na região pois bem sabemos que morro desmatado, e como a própria matéria mostra é uma área de risco, agora vcs me respondam, onde está critica em meu comentário que possa não ter relação com o conteúdo???
Vejo tantos comentários idiotas nas matérias de vcs, onde está nosso direito de expressão livre, nunca tive intenção em ofender ninguém apenas dou minha opinião no site Campo Grande News.
 
Oswaldo Junior em 09/02/2011 12:13:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions