A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

10/04/2013 08:05

Homem morto havia sido condenado a 100 anos de prisão em quatro estados

Francisco Júnior
NIvaldo tinha passagens pela Polícia de quatro estados. (Foto: Dourados Agora)NIvaldo tinha passagens pela Polícia de quatro estados. (Foto: Dourados Agora)

Foi identificado como sendo Nivaldo Honório dos Santos, de 52 anos, o homem morto a tiros na sexta-feira (5), próximo a um condomínio de luxo na cidade de Dourados, na região da Chácara Flora.

Veja Mais
Homem tem pescoço cortado e é encontrado morto em rodoviária
Desaparecida há dois dias, jovem é encontrada morta às margens da MS-427

De acordo com o site Dourados Agora, a identificação foi feita pelas digitais. Nivaldo, conhecido como Camaleão, já foi enterrado.

Conforme o site, ele tinha uma extensa ficha criminal e já havia sido condenado a 100 anos de prisão, e chegou a cumprir cerca de 20 anos recluso. Ganhou o benefício da liberdade assistida, em regime semiaberto em outubro do ano passado e, desde então, estava foragido.

Ele cometeu crime em quatro Estados: Mato Grosso do Sul, Rondônia, Paraná e São Paulo. Também seria membro da facção criminosa surgida nos presídios paulistas. Entre os crimes que constam na ficha de Camaleão estão, formação de quadrilha, assalto a banco e tráfico de drogas. Ele vinha sendo alvo de investigação acerca de vários crimes na cidade de Dourados e vizinhança.

A Polícia continua com as investigações para identificar o autor do homicídio.

 

Homem tem pescoço cortado e é encontrado morto em rodoviária
Diones Luiz Pedrosa Farias, 21, foi encontrado morto com o pescoço cortado com uma faca, na rodoviária de Amambai, distante 366 km de Campo Grande, n...
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...



Enquanto perdurar a inércia da justiça, somado com a falta de estrutura tanto física como pessoal do Estado, está é a única opção VIÁVEL para assegurar "sensação" de segurança pública para a população. Isto é GRAVE e cômodo.
 
Marcos Guimaraes em 10/04/2013 10:16:57
Cidadã aliviada,

COM A TOTAL FALÊNCIA DO ESTADO DE DIREITO É ESSA A NOSSA REALIDADE, QUEM FEZ ESSA LIMPEZA ESTÁ DE PARABÉNS, PODERIA APROVEITAR O EMBALO E VARRER DA FACE DA TERRA ESSES PEDÓFILOS E ESTUPRADORES, QUEM VIVEM NO BEM BOM AS NOSSAS CUSTAS E DEPOIS VOLTAM PARA A SOCIEDADE COMETENDO AS MESMAS BARBÁRIES POIS, JÁ VIRAM QUE A JUSTIÇA NÃO É CEGA É MORTA. ENFIM............ JÁ CHEGOU O TEMPO EM QUE A SOCIEDADE JÁ NÃO SE SENTE PROTEGIDA POR SUAS LEIS. CEM ANOS E SOLTO............ISSO É BRASIL.
 
herica ykeda em 10/04/2013 08:39:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions