A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

07/07/2015 10:45

Homem preso e solto há 11 dias invade casa e estupra mulher de 21 anos

No dia 26 de junho, Joilson Vilharva tinha sido preso por arrombar uma escola, mas já estava em liberdade e ontem invadiu casa na periferia e manteve três pessoas em cárcere por duas horas

Helio de Freitas, de Dourados
Joilson Vilharva, 20, o Buiu, é retirado de viatura ao chegar à 1ª DP após ser preso por assalto e estupro (Foto: Dourados Agora)Joilson Vilharva, 20, o Buiu, é retirado de viatura ao chegar à 1ª DP após ser preso por assalto e estupro (Foto: Dourados Agora)

Joilson Vilharva, 20, o “Buiu”, detido no dia 26 de junho por entrar em uma escola municipal e furtar vários objetos, voltou a ser preso ontem em Dourados, a 233 km de Campo Grande, dessa vez acusado de invadir uma casa na periferia da cidade para roubar. Três pessoas estavam na residência, a proprietária de 48 anos, uma mulher de 21 que mora no local e a filha dela, de seis anos.

Veja Mais
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Condutor abandona veículo carregado com 800 kg de maconha na BR-163

Como não encontrou dinheiro, Joilson teria estuprado a jovem de 21 anos e fugiu levando o telefone celular dela. Antes de fugir, ele ameaçou as vítimas com uma faca e manteve as moradoras em cárcere por pelo menos duas horas. O acusado foi preso pelo SIG (Serviço de Investigações Gerais) e está na carceragem da 1ª Delegacia de Polícia Civil.

De acordo com a polícia, ontem de manhã, Joilson Vilharva, que mora no bairro Estrela Porã, na região oeste da cidade, invadiu a residência localizada na Vila Popular, no Grande Flórida, mesma região onde mora.

Com a faca na mão, Buiu teria amaçado a dona da casa para que entregasse dinheiro. Como a mulher afirmava que não tinha, o acusado arrastou a jovem de 21 anos para um cômodo da casa e a estuprou. A vítima contou que desesperadamente pedia que o criminoso não tocasse em sua filha, a menina de seis anos.

ConfessouApós Joilson fugir do local, as vítimas procuraram a Polícia Civil e uma equipe do SIG começou a investigar o caso. O rapaz foi localizado em sua casa e preso em flagrante. Inicialmente ele negou o estupro e confessou apenas ter roubado o celular. Depois mudou a versão e disse que de fato tinha estuprado a moradora.

Além do furto ao centro de educação infantil municipal do bairro Estrela Porã, ocorrido em junho, Joilson teve várias passagens pela polícia quando era menor de idade, por furto, desacato, dano, receptação e furto qualificado. Ele é acusado também, quando menor, de envolvimento em um latrocínio (roubo seguido de morte).

No site do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) não constam informações sobre a prisão pelo furto à unidade educacional. Contra Joilson consta apenas um processo no Juizado de Pequenas Causas, por resistência, instaurado em 2014. Entretanto, o comando da Polícia Militar em Dourados confirmou que Joilson foi preso no dia 26 de junho pelo furto à escola e entregue à Polícia Civil.

Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...
Sidrolândia comemora aniversário com 'balada cristã' e jogos do Operário
Sidrolândia - cidade localizada a 71 km de Campo Grande - completa no domingo (11) 63 anos de emancipação e vai receber várias atrações para comemora...
Mesmo algemada, mulher usa isqueiro e coloca fogo em viatura policial
Elaine Cristina da Silva de 37 anos foi presa na noite de ontem (8) em Sonora, distante 364 km de Campo Grande, por porte ilegal de arma. Porém, mesm...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions