A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

17/11/2016 00:10

Homem que tentou matar colega de trabalho queimado é condenado

Nyelder Rodrigues

Foi condenado a seis anos de prisão, iniciando no semiaberto, Irinaldo Teixeira Lima, de 46 anos, por ter tentado matar queimado o colega de trabalho Raimundo José Diniz Catanhede em 10 de junho de 2011, ateando fogo ao barraco dele, na fazenda Mimoso, na região das Sete Placas, em Corguinho - município localizado a 88 km de Campo Grande.

Veja Mais
Carvoeiro que tentou matar colega queimado vai a júri na quarta-feira
Pecuarista é multado em R$ 15 mil por desmatar 14 hectares de fazenda

O julgamento foi realizado em Corguinho, no plenário da Câmara Municipal, e faz parte das ações levadas à cidade pela Carreta da Justiça, projeto do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) que transformou todos municípios do Estado em comarcas judiciais - permanecendo a estrutura em Corguinho até sexta-feira (18).

Conforme o processo, no dia do crime os dois discutiram por motivos fúteis, ligados aos serviços realizados por eles. Durante a discussão, a vítima teria desferido um tapa no rosto de Irinaldo do réu.

Duas horas depois, com um recipiente contendo meio litro de gasolina e um isqueiro, o acusado foi até o barraco da vítima e ateou fogo na moradia, mesmo sabendo que Raimundo estava lá dentro e poderia morrer carbonizado.

Após o crime, Irinaldo retornou a suas atividades normais e, quando voltou ao local, encontrou outros funcionários tentando apagar o fogo para que não se espalhasse pela fazenda, momento em que ajudou na contenção das chamas.

Posteriormente, o réu juntou seus pertences e fugiu do local, sendo encontrado mais tarde por policiais, quando confessou a tentativa de homicídio. Ele alegou que só não conseguiu consumar o crime porque dispunha de pouca gasolina e as chamas não alcançaram a intensidade desejada.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions