A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

19/11/2014 15:29

HU e prefeitura fazem acordo com MPF que prevê 2,8 mil cirurgias de catarata

Helio de Freitas, de Dourados
Hospital Universitário de Dourados vai fazer 1.800 cirurgias e prefeitura outras mil (Foto: Eliel Oliveira)Hospital Universitário de Dourados vai fazer 1.800 cirurgias e prefeitura outras mil (Foto: Eliel Oliveira)

Em até dois anos, a prefeitura e o Hospital Universitário terão de fazer 2.817 cirurgias de catarata no município de Dourados, a 233 km de Campo Grande. É o que estabelece um acordo intermediado pelo MPF (Ministério Público Federal) e firmado há uma semana na sede da Justiça Federal na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul.

Veja Mais
Ministério da Saúde libera R$ 43 mil para cirurgias eletivas no MS
MPF recorre ao TRF3 para barrar “cartel” e evitar suspensão de cirurgias

Conforme a assessoria do MPF, os cidadãos terão acesso às cirurgias através da Central de Regulação Municipal, que vai fazer o cadastro e encaminhamento dos pacientes.

Além do MPF, fazem parte do acordo a Defensoria Pública da União, município de Dourados, UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) e a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), que administra o HU. Segundo a assessoria da Procuradoria da República, o acordo somente foi alcançado devido à boa vontade de todos os participantes.

Ficou estabelecido que as cirurgias serão feitas por médicos oftalmologistas contratados pelo município de Dourados mediante chamada pública. Mil cirurgias serão realizadas diretamente pela prefeitura com recursos transferidos pelo Estado de Mato Grosso do Sul.

As outras 1.817 serão feitas no Hospital Universitário, com recursos da UFGD, e com insumos fornecidos pelo próprio HU.

A catarata – A é a alteração do cristalino, uma das principais lentes do olho, onde a imagem é focalizada. Essa lente fica mais opaca com o envelhecimento natural do organismo. Com a perda da transparência, menos luz chega à retina e a visão diminui. Conforme essa situação progride, transforma-se em catarata, mais comum em pessoas acima de 60 anos, que são o principal grupo de risco.

De acordo com o Ministério da Saúde, em 2010 348.386 procedimentos cirúrgicos de catarata foram feitos no país. A doença não tem prevenção e 90% das cirurgias são satisfatórias.

Ministério da Saúde libera R$ 43 mil para cirurgias eletivas no MS
O Ministério da Saúde liberou mais de R$ 41 milhões para cirurgias eletivas em todo o país. Deste montante, R$ 43,7 mil virão para Mato Grosso do Sul...
MPF recorre ao TRF3 para barrar “cartel” e evitar suspensão de cirurgias
Diante do risco de o HU (Hospital Universitário) suspender, no final do ano, as cirurgias por falta de médicos, o MPF (Ministério Público Federal) re...
Ministério libera R$ 2,5 milhões para ampliar cirurgias eletivas em MS
O Ministério da Saúde liberou R$ 2,5 milhões para ampliação dos procedimentos de cirurgias eletivas do SUS (Sistema Único de Saúde) em Mato Grosso do...
Cinco pessoas são atingidas por raio em colheita de cana e uma morre
Um trabalhador rural identificado como Abmael Fernandes dos Santos, de 30 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (7) ao ser atingido por um raio en...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions