A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

20/03/2015 17:02

HU faz pela primeira vez parto de quadrigêmeos e família pede ajuda

Uma esteticista residente em Ponta Porã deu à luz quatro meninos na maternidade do Hospital Universitário de Dourados

Helio de Freitas, de Dourados
Um dos quadrigêmeos que nasceram nesta semana na maternidade do HU de Dourados (Foto: Divulgação)Um dos quadrigêmeos que nasceram nesta semana na maternidade do HU de Dourados (Foto: Divulgação)

A esteticista Solange Ximenes, 35 anos, residente em Ponta Porã, deu à luz quatro meninos, na noite de segunda-feira. O parto ocorreu na maternidade do Hospital Universitário da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). Foi a primeira vez que nasceram quadrigêmeos no HU da segunda maior cidade de Mato Grosso Sul, a 233 km de Campo Grande.

Veja Mais
Audiência pública aponta falta de estrutura para o parto humanizado
Depois de 26 horas de trabalho de parto e sem anestesia, nasce o "milagre" Davi

Wesley, Wellington, Cauã e Victor nasceram prematuros, já que a gestação tinha apenas 27 semanas. Inicialmente todos foram para a UTI neo natal, mas dois já deixaram a unidade e dois permanecem internados, mas ganham peso rápido, segundo os médicos. Como não estava preparada para o nascimento dos quadrigêmeos agora, a família pede ajuda, principalmente fraldas descartáveis.

Vinda de Ponta Porã para ter os bebês no HU – o único hospital da macrorregião a fazer partos de alto risco e a contar com UTI Neonatal na rede pública de saúde – Solange, que já tem duas meninas, não esperava por mais uma gravidez. "Eu estava tranquila, nem pensava mais em engravidar, mas aconteceu e agora já nos acostumamos com a ideia", diz, referindo-se a ela e ao marido Marcos Ferreira.

Marcos diz que o baque foi grande, mas que com a ajuda da família tudo foi se ajeitando. Ele, a esposa Solange e alguns familiares estão em Dourados há uma semana, quando a então gestante sentiu contrações e foi encaminhada ao HU.

De acordo com a assessoria do HU, ao chegar ao hospital Solange foi levada à maternidade, onde foram realizados todos os procedimentos de urgência, tanto para ela como para os bebês. De lá foi transferida para o centro obstétrico.

A intenção dos médicos era que Solange ficasse o maior tempo possível internada para que os garotos se formassem melhor e tivessem mais resistência nos pulmões. Mas o parto aconteceu na noite de segunda-feira, dia 16.

Conforme o médico Luiz Augusto Freire, chefe da Divisão de Atenção à Saúde do HU-UFGD, em um parto desta magnitude os riscos são maiores, pois os bebês estão em idade gestacional incompleta. "Apesar de implicar uma estrutura médica de alta complexidade, o parto foi tranquilo e as crianças estão se recuperando muito bem", afirma o profissional. Segundo ele, o hospital conta com estrutura para realizar um procedimento como esse e para dar a assistência neonatal adequada.

Susto – Na primeira ultrassonografia que fez durante a fase pré-natal, Solange conta que o médico visualizou apenas dois bebês, o que já gerou susto, já que ela não fez tratamento para engravidar e sequer tem casos de gêmeos na família. O espanto aumentou no segundo exame, quando os quatro apareceram.

Após o nascimento, os meninos foram encaminhados à Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal, sendo que dois deles, os primeiros a nascer, já receberam alta para a unidade intermediária. Wesley, Wellington, Cauã e Victor ainda estão ganhando peso, já que nasceram com menos de um quilo e meio cada.

Solange já recebeu alta da maternidade e agora aguarda a recuperação dos quadrigêmeos no alojamento do hospital. Ela e o marido estão recebendo doações de fraldas descartáveis e outros itens para recém-nascidos. Quem tiver interesse em ajudar pode entregar as doações no Serviço Social do HU. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 3410-3004.

Dois bebês permanecem na UTI neonatal, mas médico diz que eles estão bem (Foto: Divulgação)Dois bebês permanecem na UTI neonatal, mas médico diz que eles estão bem (Foto: Divulgação)
Especialistas divergem sobre regras da ANS que incentivam parto normal
As novas medidas da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) para estimular o parto normal na rede privada e reduzir nascimentos antes da hora por...
Resolução do Ministério da Saúde estabelecerá normas de estímulo ao parto normal
O Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicam amanhã (7) uma resolução que estabelece normas para o estímulo ao part...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions