A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

21/09/2013 20:50

HU/UFGD inicia processamento de leite humano para doação

Vinícius Squinelo

Nesta semana, o Hospital Universitário da UFGD (HU/UFGD) iniciou oficialmente o processamento de leite humano coletado pelas doadoras externas. Com este serviço, a instituição passa a abrigar toda a estrutura do Banco de Leite Humano de Dourados, que anteriormente funcionava em parceria com o Hospital da Vida (HV). Devido às obras de reforma no HV, o HU acolheu os laboratórios de pasteurização e microbiologia e a recepção do leite de coleta externa. Nas últimas semanas, a direção do hospital providenciou uma reforma em caráter de urgência para acolher a nova estrutura.

Veja Mais
Marido agride esposa e se esconde da polícia na casa do pai
Homem é encontrado morto com marcas de tiro em calçada de casa

Ontem foi feito o primeiro processamento de leite humano pela equipe do HU/UFGD. Na nova estrutura, a equipe recebe o leite cru que passa por pasteurização, análise microbiológica e depois é liberado para alimentação dos bebês internados na UTI neonatal e na UCI (Unidade de Cuidados Intermediários) do HU/UFGD. A previsão é que o processamento seja feito de duas a três vezes por semana, com uma média mensal em torno de 70 litros de leite humano pasteurizado.

A responsável técnica pelo Banco de Leite Humano de Dourados, a nutricionista Tailci Cristina da Silva, comemora a transferência do setor para o HU/UFGD. “Agora que dispomos da estrutura completa do Banco de Leite, temos condições mais apropriadas de intensificar as campanhas de doação e aumentar o volume de leite coletado e pasteurizado”, diz ela.

Além da coleta, processamento e distribuição do leite humano doado, o Banco de Leite de Dourados também executa um importante trabalho de incentivo à amamentação, com acompanhamento das mães com bebês internados na UCI e UTI neonatais do HU. Todas as mães com bebês internados nestas unidades são encaminhadas à Sala de Ordenha e recebem orientações sobre as vantagens do aleitamento materno, as técnicas de ordenha e armazenamento do leite coletado. “Todas elas são incentivadas pela equipe com relação à importância da amamentação”, comenta Tailci.

Por causa deste trabalho, uma grande parte das doadoras externas são mães que já tiveram seus filhos internados na UCI ou UTI neonatal. Enquanto o bebê está internado, a doação é feita pela mãe de forma exclusiva para a criança; depois que o filho recebe alta, se houver leite excedente, a mãe pode fazer a doação externa para pasteurização.

Marido agride esposa e se esconde da polícia na casa do pai
Após agredir a esposa, Gilmar Sousa, de 37 anos, se escondeu na casa do pai no assentamento Itamarati, em Ponta Porã – a 323 km de Campo Grande. Conf...
Homem é encontrado morto com marcas de tiro em calçada de casa
Um homem não identificado foi encontrado morto na madrugada deste domingo (11) em Dourados – a 233 km de Campo Grande. Conforme o Boletim de Ocorrênc...
Motorista embriagado atropela ciclista e foge sem prestar socorro
Guinovaldo Aguiar Gama, de 53 anos, foi preso em flagrante depois de ter atropelado um ciclista na região central de Itaporã, 227 quilômetros de Camp...
Rapaz foge de policial a paisana e abandona mochila com 18 kg de droga
Homem fugiu deixando uma mochila com 18 quilos de maconha, depois de ser abordado esta manhã (10) por um policial a paisana na rodoviária de Ponta Po...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions