A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

10/07/2011 12:02

Identificadas vítimas das três carretas do acidente na BR-267

Paula Maciulevicius

Pista continua interditada

Dois condutores morreram, apenas uma vítima sobreviveu. (Foto: Dilvugação) Dois condutores morreram, apenas uma vítima sobreviveu. (Foto: Dilvugação)

Foram identificadas as duas vítimas que morreram no acidente envolvendo três carretas na BR-267, entre Nova Alvorada do Sul e Casa Verde.

O motorista Vilmar Espíndola, que transportava madeira e Dagoberto Saraiva de Andrade, que teve o corpo carbonizado, e carregava chapas de compensado.

Duas carretas bateram de frente e uma na traseira. Uma delas pegou fogo que foi apagado com um caminhão pipa por funcionários de uma usina próxima ao acidente.

Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros Costa Neto, não é possível precisar os sentidos em que as carretas trafegavam.

A terceira vítima que sobreviveu, Alex Costa Ferreira, foi atendida pela ambulância de Nova Alvorada do Sul, com suspeita de fratura no braço e fêmur.

Os veículos ainda estão sendo removidos, a pista continua interditada.

Acidente - As três carretas bateram na BR-267, entre Nova Alvorada do Sul e Casa Verde, cerca de 107 quilômetros da Capital, na madrugada de hoje.

Durante o acidente,funcionários da usina e a população em geral ajudou na contenção das chamas e na retirada das ferragens, o que pode acarretar riscos e mais vítimas ao acidente, informou o assessor de imprensa do Corpo de Bombeiros, coronel Joilson de Paula.

Os bombeiros orientam para que a população não se arrisque em situações onde existe risco de morte, o trabalho de combate a incêndio, salvamento e atendimento pré-hospitalar deve ser executado por pessoas qualificadas que tenham o equipamento adequadro, que pode minimizar o potencial de risco.

A orientação ainda é que todos devem efetuar os primeiros socorros, desde que seja feito com segurança.




Ola, gostaria de agradecer a Silmara, por exister ainda pessoas que se peocupam com os outros, quanto a Sandra Mara, a curiosidade de saber se viram meu pai e o Sr Dagoberto sofrendo, indiferente, isso não mudaria nada, pois o maior sofrimento é perder pessoas maravilhosas, acredito que meu pai não sofreu, ele era uma pessoa maravilhosa e chegou sua hora, Deus precisava de mais um anjo ao seu lado. Que Deus de muito conforto a familia de Dagoberto, sei a dor que eles estão sentindo, obrigada a todos que estiveram ao nosso lado nesse momento tão dificil. Meu pai foi e sempre será meu eterno herói.
 
Patricia Espindola em 17/07/2011 09:29:38
BOM DIA, SILMARA, POR FAVOR, SE VC SABE MAIS ALGUMA COISA SOBRE ESTE ACIDENTE? COMO FOI?HAVIA UM ANIMAL?SERA Q ELES MORRERAM NA HORA DO IMPACTO? VC VIU AINDA O DAGOBERTO E O VILMAR SOFRENDO?
 
sandra mara pick em 13/07/2011 03:24:24
A falta de mais investimento na intituição de corpo de bombeiros de nosso estado é uma falta de vergonha. Um trabalho que era para ser feito por esta intituilção, acabou sendo feita por pessoas corajosas, que não tinha a preparação igual aos do corpo de bombeiros mas ariscaram as suas vidas, evitando o pior. Esperamos que o estado invista mais em destacamentos de corpo de bombeiros proximos a população para quando a sociedade precisar, esta intituição esteja em prontidão para atender a menos curto espaço de tempo.
 
marcos josé em 11/07/2011 06:15:19
Meu nome é Silmara, sou técnica em enfermagem, e estava de plantão na usina de etanol, fomos acionados para prestar socorro aos acidentados, foi uma cena muito triste, nunca tinha visto um acidente de grande proproção como este, mas graças a Deus pudemos retirar o senhor Alex, com vida, pelo espaço que ele se encontrava.
Peço a DEUS que possa confortar as familias neste momento tão difícil.
Obrigado a todos que no momento ajudaram.
 
silmara abreu da silva em 11/07/2011 05:38:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions