A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

30/05/2015 09:21

Índio é baleado e comunidade protesta em frente à delegacia

Lidiane Kober

Um índio, da comunidade Mãe Terra, do Complexo Cachoeirinha, foi baleado, ontem (29), em Miranda e houve protesto em frente à delegacia e supermercado da cidade. A vítima não confirma o autor do disparo, mas a comunidade acusa os donos da Fazenda Charqueada.

Veja Mais
Índios protestam e ameaçam colocar fogo em mercado por jovem baleado
Dupla é presa e confessa ter matado homem a pedradas e garrafadas

Segundo Assis, cabo da PM (Polícia Militar) de Miranda, há dois anos, os índios invadiram à propriedade. “Às vezes a inércia das autoridades é tão grande que em alguns momentos tem gente que perde a cabeça”, analisou o PM sobre as causas do disparo.

Segundo ele, o disparo contra o índio partiu de dentro de uma caminhonete. “A vítima não confirma o autor, mas testemunha, que estava no local, acusa os Amaral”, relatou. A família seria proprietária da fazenda. O PM disse que são mais de um irmão e não soube especificar quem seria o suposto autor do crime.

Indignados, os índios foram protestar em frente à delegacia. Eles acreditavam que o suposto autor do disparo estaria no local. Mais tarde, a mobilização se concentrou em frente a um supermercado, de propriedade da família Amaral.

“Tudo transcorreu dentro da normalidade, sem violência e depredação do patrimônio”, disse cabo Assis sobre o protesto.

O índio foi transferido para Campo Grande e o PM não soube informar o estado de saúde dele. Na Delegacia de Polícia da cidade ninguém atendeu as ligações do Campo Grande News.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions