A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

23/09/2015 22:28

Índios liberam trânsito no anel viário depois que Reinaldo garante sinalização

Flávio Paes/Hélio de Freitas
Guardas municipais acompanharam a liberação do trânsito (Foto:divulgação)Guardas municipais acompanharam a liberação do trânsito (Foto:divulgação)

O trânsito no anel viário de Dourados, a 233 quilômetros de Campo Grande, foi liberado agora pouco após negociação com os indígenas intermediada pelos vereadores Aguilera de Souza (que é indígena), Idenor Machado, presidente da Câmara e o representante do Governo na cidade, Valdenir Machado. O caminhão que ontem atropelou e matou um índio também foi liberado.

Veja Mais
Segunda fase do Enem acontece amanhã e domingo; 488 pessoas participam em MS
STF investiga contas de Geraldo e quer depoimento até de ex-prefeito morto

Valdenir apresentou um documento assinado pelo governador Reinaldo Azambuja se comprometendo a iniciar segunda-feira a instalação de redutores de velocidade no trecho do anel viário que passa perto das aldeias. Até lá os acessos à reserva indígena o, onde os índios costumam atravessar a estrada, ficarão sinalizados com cones e iluminação.

A rodovia foi liberada por volta de 21h30 e em seguida chegaram ao local equipes da guarda municipal com os cones para a sinalização. O protesto começou  na terça-feira a tarde após o atropelamento de Miguel Britos, 55 anos , morador na aldeia Bororó. Ele foi atingido por uma carreta basculante, carregada com pedra brita, ao tentar atravessar a estrada, que passa ao lado da reserva indígena. Miguel chegou a ser socorrido ao hospital, mas morreu em consequência dos ferimentos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions