A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

30/08/2015 07:58

Inquilino é baleado com tiro na testa em frente dos filhos por dívida de aluguel

Viviane Oliveira
O homem foi socorrido pelo Samu e levado ao hospital. (Foto: TL Notícias) O homem foi socorrido pelo Samu e levado ao hospital. (Foto: TL Notícias)

Um homem de 47 anos foi baleado na frente dos três filhos após briga por causa de aluguel. O caso aconteceu na tarde de ontem (29), na Rua José Lopes Barbosa, no Jardim Cangalha, em Três Lagoas, distante 338 quilômetros de Campo Grande. A vítima, Wilson Ferreira dos Reis foi socorrida e encaminhada ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora. O suspeito de ter cometido o crime é Jair Ferreira Alves, dono do imóvel onde Wilson morava.

Veja Mais
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
Missão conjunta irá apurar violações de direitos humanos com índios de MS

De acordo com boletim de ocorrência, a mãe e os três filhos crianças da vítima, contaram que Wilson morava em Botucatu (SP) e que há um mês estava na cidade. Ela relatou que Wilson estava sentado em uma cadeira no quintal de casa, quando apareceu Jair e chamou a vítima para conversar.

Nervoso, o dono do imóvel queria receber três meses de aluguel, que estava atrasado e os dois começaram a discutir. Jair, então, sacou um revólver 38 que estava na cintura e disparou dois tiros contra o inquilino. O primeiro tiro atingiu a parede do imóvel, o segundo acertou a testa de Wilson. Depois da tentativa de homicídio, Jair fugiu a pé chacoalhando uma chave na mão.

Em depoimento à polícia, a namorada do autor, contou que o crime aconteceu após a vítima ter falado que já havia pagado a água e a luz e que depois pagaria o aluguel. A Polícia Militar fez rondas pela região e foi a casa de Jair, mas não conseguiu encontrá-lo. O caso foi registrado como homicídio qualificado por motivo fútil na forma tentada.

Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...
Hospital Universitário de Dourados alerta para golpe do falso médico
Falso médico estaria agindo em nome do HU-UFGD (Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados) e nesta segunda-feira entrou em co...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions