A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

17/05/2012 10:35

Isolada em presídio, babá que abusou de crianças é denunciada por 2 crimes

Francisco Júnior

A mulher de 25 anos presa acusada de abusar de duas meninas, em São Gabriel do Oeste, foi indiciada por dois crimes: estupro de vulnerável e corrupção de menores. Ela, que trabalhava como babá na casa das vítimas, foi presa ontem.

Veja Mais
Pistoleiro executa morador em acerto de tráfico de drogas na fronteira
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS

As investigações apontaram que ela não só "ensinou" as crianças a praticarem sexo oral entre elas, como ela própria fazia isso com as meninas, de 3 e 5 anos.

O delegado responsável por investigar o caso, Gustavo Ferraris, informa que já encerrou o inquérito após oito meses de investigação. Segundo ele, o MPE (Ministério Público Estadual) já ofereceu denuncia contra a babá. Conforme o delegado, em depoimento, a mulher negou que tenha abusado das irmãs.

A acusada foi transferida da delegacia para o presídio feminino do município. Conforme informação apurada pelo Campo Grande News, o crime ganhou repercussão na cidade, as outras detentas ficaram sabendo do caso, e para evitar qualquer represália, a acusada está isolada em uma cela.

O crime foi descoberto após a mãe das meninas notar o comportamento diferente das filhas. A mãe relatou à polícia que flagrou duas vezes as filhas fazendo gestos obscenos, e em outro momento praticando sexo oral. Ela contou também que no início repreendeu as filhas, mas quando as pegou fazendo sexo oral conversou com elas e as crianças revelaram que a babá que teria ensinado.

Ela descobriu que a babá fazia e ensinava sexo oral às crianças. A polícia confirmou a suspeita através do laudo de atendimento psicológico realizado com as vítimas e exames apontaram lesão no órgão genital da criança de 3 anos.

A mulher chegou a trabalhar na casa da família por 20 dias e foi demitida em setembro de 2011, quando se iniciaram as investigações.

Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...
Hospital Universitário de Dourados alerta para golpe do falso médico
Falso médico estaria agindo em nome do HU-UFGD (Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados) e nesta segunda-feira entrou em co...



Sabe não entendo, sempre escrevo alguns comentarios de algumas noticias que me indignam e nunca escrevi comentarios constragedores, mas o Campo Grande News nunca aceita.
Essa noticia é um absurdo, essa mulher psicopata deveria ficar na cela com outras mulheres, pois é um absurdo o que ela fez com as filhas dessas pessoas.Agora é as crianças vai ficar fazendo isso o tempo todo...
 
Pamella Couto em 18/05/2012 01:13:01
é uma pena que a lei no brasil só tenha efeito para os pobres,esta mulher é uma monstra,tem que pagar pelo que fez isolada por vario anos,assim poderá refletir no mal que causou a estas crianças e a dor e revolta que causou aos pais,que seja cumprida a lei dos homens,e por fim a de Deus...
 
simone pereira em 17/05/2012 11:14:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions