A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

10/07/2014 13:52

Jovem brinca de sequestro com a amiga e é denunciada por falso crime

Caroline Maldonado

Uma jovem de 18 anos, moradora de Ribas do Rio Pardo, a 103 quilômetros de Campo Grande, vai responder por comunicação falsa de crime ou contravenção, por ter inventado que foi sequestrada em conversa com uma amiga que avisou à polícia. A condenação para o crime prevê prisão de seis meses a um ano e pagamento de multa.

Veja Mais
Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
Pistoleiro morre baleado durante confronto com a polícia do Paraguai

Tudo começou com uma conversa, pelo Facebook, que a moça tinha com uma amiga que mora em Minas Gerais. Segundo o jornal Perfil News, ela disse que havia sido sequestrada e estava sendo levada por uma mulher chamada Maísa, em um veículo preto. A amiga que também é de Ribas e mora no município de Augusto de Lima (MG), informou a polícia de MS.

Ao fazer buscas e até abordar diversos veículos para encontrar a jovem, os policiais descobriram que a susposta sequestrada era filha de um pastor, que informou qua filha estava na casa da irmã dela, desde o final de um culto religioso na noite de ontem (9).

De acordo com o jornal, os policiais foram até o local e encontraram a moça. Quando os policiais pediram para vê-la, ela se trancou no banheiro e apagou todas as conversas feitas pelo Facebook no celular.

Ela chegou a excluir o aplicativo do aparelho. No entanto, a amiga moradora de Minas enviou parte da conversa que teve com a jovem para a Polícia Militar e ficou constatada a mentira. A jovem foi encaminhada para a delegacia e não soube informar o motivo da brincadeira que causou a confusão, segundo o jornal.

Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
A Sanesul e a prefeitura de Nova Alvorada do Sul - cidade localizada a 120 km de Campo Grande - terão que criar no município rede coletora e estação ...
Médico nega que tenha abandonado pacientes e diz que foi autorizado a sair
O médico Carlos José da Costa Duran, de 41 anos, nega que tenha abandonado o plantão no hospital e maternidade Idimaque Paes Ferreira, o único em Rio...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions