A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

07/12/2010 18:07

Juiz diz que vai mandar para prisão quem “enrolar” durante expediente

Angela Kempfer, com informações do Perfil News

Polêmica em Bataguassu

Juiz de Bataguassu baixou portaria ameaçando de prisão servidores do Judiciário que descumprirem regras durante o trabalho.

Alessandro Leite Pereira, que PE diretor interino do Fórum, diz que recebeu várias reclamações sobre mau atendimento e baixou a portaria 83/2010.

"Ao invés de tomar as denúncias como termo e verificar quem havia descumprido as normas, o magistrado baixou a portaria que constrangeu a todos os servidores”, denuncia em nota o presidente do Sindijus-MS, Noestor Jesus Ferreira Leite.

A entidade acionou o setor jurídico e promete providências contra 7 artigos que integram a decisão.

O 1º estabelece que fica terminantemente proibido o acesso de estranhos à cozinha do Fórum e de igual modo a permanência dos funcionários no local.

O 2º ponto restringe a utilização do espaço às atividades relacionadas ao trabalho forense, sendo permitido o uso do fogão apenas para fazer chá e café.

A portaria prevê punição até ao policial militar que faz a segurança do prédio, caso ele se recusar a prender quem estiver na cozinha acima do tempo permitido.

No dia 25 de novembro, quando a portaria entrou em vigor, o presidente da OAB de Bataguassu entrou em contato com o juiz e, mas só conseguiu mais regras sobre os funcionários.

Ele determinou então horário das 8h às 8h20 para que uma funcionária da OAB entre na cozinha e faça o café destinado aos advogados, ressaltando que os utensílios e ingredientes devem ser da própria OAB.

No segundo artigo, estabelece que entre apenas uma funcionária de cada vez e proíbe que estas fiquem de “algazarra e balbúrdia” ou que façam qualquer tipo de brincadeiras de mau gosto com os servidores.

O Campo Grande News tentou contato com o juiz no fòrum, mas não obteve sucesso.




Sr. Juiz, eu e minha família estamos indgnados com tal atitude, lembre-se,hoje 2010 e o tempo da ditadura ficou lá atras, não nos cabe humilhar nenhum ser humano,o senhor foi longe demais.Teríamos sim de verificar tais irregularidades na 2ª vara de Bataguassu.
Quero fazer um breve comentário aos funcionários do Fórum, não fiquem de braços cruzados, procurem vossos direitos, vcs são amparados por leis, não deixem a impunidade prevalecer, façam justiça, a união faz a força! Para nós adquirirmos nome leva anos e para vê-los em lama demora segundos.Funcionários se deem por vencidos,tantas coisa para se resolver e o juiz vai se preocupar com quem está tomando cafezinho na cozinha!!! Me poupa DOUTOR.
 
Luciele Casagrande em 12/12/2010 03:02:01
Olha como estamos: " Se a criança enfiar o dedo no ventilador, cortamos os dedos dela?!"
Esse magistrado tem o dever de manter a ordem no Serviço público, e todos aqueles que não conhecem as regras sobre estes serviços podem ate achar que ele foi correto, no entanto já existem regras com a finalidade de assegurar um serviço de qualidade sem coação moral ou restrição de liberdade, isso no fundo é ridículo, não sei como é em Bataguassu, mas nas comarcas que conheço os Cartórios e setores do Fórum estão todos com os processos abarrotados de serviços à espera do JUIZ, que esses sim na grande maioria são Esses Lentíssimos...e não Excelentíssimos como deveriam.
Apliquem portanto todas as regras existentes, cumpram os prazos e então tomar café e sorrir não irão incomodar a população que vai aos fóruns muitas vezes tratam mau os funcinários porque não receberam a prestação jurisdicional e não porque estão sendo mau atendidos. Mas em uma coisa as crítcas são ambíguas, os funcí´nários do Judiciário pensam que são deuses, os Juizes teem certeza.!!! Precisamos de carater e responsabilidade de todos os entes públicos!!!!
 
Vivian Karini em 09/12/2010 07:31:11
Nós pagamos para funcionário público TRABALHAR, e não para que tomem cafezinhos e fiquem de fofocas durante o expediente.
Não basta a habitual morosidade da Justiça, que arrasta processos por ano, ainda os funcionários se arbitram o direito de usar o horário de trabalho para lazer.
Parabéns ao magistrado que, afinal, não agiu arbitrariamente, visto que responde, dessa forma, às reivindicações de cidadãos prejudicados ou ofendidos pelo comportamento dos funcionários.
Repúdio ao Sindijus que, afinal, quer mesmo defender o direito ao ócio em pleno expediente?
 
Marly Siqueira Caramalack em 08/12/2010 10:34:50
QUE ABSURDO a atitude deste Juiz. PROIBIR FUNIONÁRIOS DE TOMAR CAFÉ e LANCHAR NA COZINHA do fórum..isto é um descaso e desmano.
Mas no cartório que os servidores dele trabalham l TEM UMA COZINHA MONTADA COM GeLADEIRA, MICRO-ONDAS, MeSA DE LANCHES e tudo mais....Porque a discriminação com os outros servidores??? a Lei não é para todos.
Cadê os dieitos do servidor do Poder Judiciário ????
iSTO É HUMILHAR e desmerecer o servidor. os internautas qu acham isso certo, façam um concurso público e trabalhem com este profissional, depois vc me dirá qual é a sensação de trabalharcom alguem que ATERRORIZA, HUMILHA, CONSTRANGE etc....

Justiç a seja feita a estes servidores do fórum desta cidade....

Porque no ocam esa matéria na TV Morena???? Daria um grande reportagem....
Espero providêncas sejam tomadas quanto ao ABUSO DE AUTORIDADE por parte deste profissional....o HOMEM QUE APLICA A LEI.

QUE INJUSTIÇA.....
 
Rita de Cássia em 08/12/2010 09:51:35
Não tem nada de glória a este magistrado. O que ele faz no fórum, independente deste fato é tentar ATERRORIZAR e HUMILHAR todos servidores a ele subordinados. Internautas que acham que esta atitude se deu por conta "folgados" estámuito enganados. Esta DITADURA de ser proibido entrar na cozinha durante o horario de expediente se deu exclusivamnte porque o JUIZ usa do ABUSO DE PODER e AUTORITARISMO para tentar denegrir a imagem do servidor do Poder Judiciário...Poder este qu aplica a JUSTIÇA. Para qum não sabe, o servidor público tem direito a 15 minutos de descanso, para lanchar duranteo o horário de expediete Será que é "enrolar"???? é demais???
Outros funcionarios do fórum já sofreram e sofrem retalhações por conduta ABUSIVA por parte deste profissional da LEI. Analisem antes de jogar pedra.
O internauta que quer levá-lo pra Campo Grande-FAÇA ISSO RÁPIDINHO....Muitos IRÃO TE AGRADECER e ATÉ TE DAR UMA MEDALHA.
Tem um ditado que diz: Tem gente que acha que ´Deus.
Este Juiz TEM CERTEZA DISTO.

Que coisa feia para a Justiça de Bataguassu, doestado de MS e do Brasil..

Vai cuidar dos processos,caro juiz.

 
Vanda Maria Rodrigues em 08/12/2010 09:41:04
sr juiz o sr ta sertíssimo,parabens
 
marcio em 08/12/2010 09:33:38
Parbénns senhor Juiz a maioria desses funcionarios publicos que so vai no serviço para receber no final do mês e por sinal muito bem pago com nosso dinheiro e tratar o publico com ma vontade.
 
luis queiroz em 08/12/2010 09:27:41
Senhor Juíz com essa atitude que lembra autoritarismo digno dos tempo da ditadura. O senhor está extrapolando sua otoridade, que deveria ser AUTORIDADE lembre-se todos são iguais perante a Leí.
 
João Gonçalves em 08/12/2010 08:56:23
Parabéns Josue Ratier de Souza, concordo plenamente com vc, vamos educar as crianças que serão homens e mulheres no futuro.
 
valdira dias em 08/12/2010 08:52:13
Parabéns para o juiz de Bataguassú, que resolveu colocar ordem na casa, se todos os juízes tivessem a mesma coragem o país não estaria com os servidores públicos mal acostumados e tornando todo o sistema público ineficiente. Acredito que um bom profissional não vê problema algum en trabalhar de forma correta, ou seja, fazer o que é pago para fazer.
 
HEITOR SCARPELLINI URUNAGA em 08/12/2010 08:46:41
DEVERIA TER UM JUIZ DESSE NOS POSTOS DE SAÚDE, POIS AS VEZES VAMOS NA FARMACIA APENAS PARA PEGAR UM REMÉDIO, E O MESMOS FICAM COM CONVERSINHAS, E ESQUECEM DE ATENDER AO PÚBLICO.
 
PAULO CESAR em 08/12/2010 08:45:31
Quando um Juiz resolver colocar o povo para trabalhar, temos que bater palmas e não atacar pedras.
O Dr. Alessandro, como todo ser humano, tem seus defeitos, mas é um juiz rigoroso e que deveria ser seguido naquilo que tem de bom (pulso).
 
Eduardo Bottura em 08/12/2010 08:39:53
Com o devido respeito aos que pensam ao contrário, regras dessa natureza são natimortas, por contrariar o disposto no inciso LV, do artigo 5º, da Constituição Federal, segundo o qual: "aos litigantes, em processo judicial ou administrativo, e aos acusados em geral são assegurados o contraditório e ampla defesa, com os meios a ela inerentes".
 
José Anezi de Oliveira em 08/12/2010 08:35:31
Certissimo o Sr. Juiz. Meus parabéns! Mostra que justiça deve iniciar desde a raíz, servindo como exemplo aos demais. E tomara que os servidores tirem da cabeça o estigma que servidor público só precisa se recostar na cadeira e esperar o salario cair na conta!
 
Leonardo em 08/12/2010 08:26:20
corretissima a atitude do ilustrissimo senhor doutor juiz de direito, agora aparece o sindicato, sindicato serve só para isso arapalhar e receber a contribuição obrigatoria dos funcionarios.
 
ronaldo em 08/12/2010 08:23:20
A justiça sempre tem razão, quem não a desobedece jamais se iritara com a mesma.Parabens MM. de Bataguasu.
 
Paulo Martins em 08/12/2010 06:07:24
lugar de funcionario publico e nos cartorio, e não na cozinha, ou fação o iverso, mande a copeira, para o cartorio, e os funcionario do cartorio para a cozinha,, certizo o mm.juiz se a moda pega, haja cadeia, bom mesmo seria se todos copiaçe essa ideia....
 
luiz carlos da silva em 08/12/2010 04:49:49
Parabéns ao Magistrado, é como exemplo do pai ou a mãe que castiga o filho, e os vizinhos que não vivem o dia dia da familia criticam, ou seja chegou ao conhecimento deste JUIZ os abusos, então o corretivo duro foi aplicado, mas logo o Sindicato vem reclamar, esquecem que o nome da Intituição está sendo maculado.
 
Carlos Alberto Gonçalves em 07/12/2010 10:51:25
Em outra circunstância, de forma arbitrária, ele colocou servidores atrás das grades em uma delegacia de polícia. A alegação é que era uma punição didática. Imaginem do que é capaz....
 
NADIM SALLES em 07/12/2010 10:44:17
alguém tem que tomar atitude contra indolência dos servidores públicos que gostam de enrolar no trabalho, mas creio que o juiz extrapolou na sua competência, sua área de atuação tem que restringir apenas aos funcionários do forum, não tem competência nenhuma contra os advogados e contra os policiais militares que apenas cumprem papel de guarda, ou seja, ele apenas presta um favor para a justiça, tem juiz que pensa que é Deus.ele tem, sim, que se preocupar em decidir os processos mais rápido, tomar atitudes que realmente que vai atender a população, não criar celeuma.
 
JOSE MAIDANA em 07/12/2010 10:44:14
Gente, esta ai a solução para o Congresso Nacional, deputado que faltar sessão, deve ser preso...este juiz poderia ser o chefe do Congresso...já imaginou, que massa!!!
 
Luiz Carlos Ovelar Filho em 07/12/2010 10:19:44
Toda atitude extremada, leva a uma reação de mesma monta, forças opostas eqüidistantes, enfim, ação e reação. Isto faz com que se fuja ao meio termo, a que podemos chamar de bom senso. Não sei se os fatos que levaram a tal regramento foram tão graves, a ponto de se ter algo desse tipo no serviço público. Na verdade o que ocorre, não só no serviço público, mas em todos meios, é a implantação de regras gerais, quando na maioria das vezes os problemas são pontuais, identificáveis, isso é deprimente, porém, comum, na Administração Pública. Falta coragem ao administrador público em aplicar as correções aos que realmente delas necessitam, pois, submeter todo a esse ou outro tipo parecido de repressão, se torna ultrajante para os que cumprem fielmente seu dever de servidor. Pergunto: para que servem as advertências, suspensões, sindicância e, hodiernamente, os ajustamentos de condutas.
Fico decepcionado, também, com ataques gratuitos aos servidores públicos, isso demonstra um grau de covardia da maioria da população que, se fizessem valer seus direitos de usuários dos serviços, reclamando e cobrando, muito contribuiria para a melhoria dos mesmos, em todos os graus, pois, reclamação por reclamação, sem efetiva cobrança, não passa de perda de tempo, pena que isto se tornou cultural no Brasil, a exemplo do que falam da "pobre" mãe dos árbitros de futebol!
 
Luiz Antonio Oliveira em 07/12/2010 09:42:14
*** Com todo o respeito ao juiz, mas se considerarmos a visão que se tem hoje do serviço publico, deveríamos tomar essa iniciativa a começar pelo Congresso Nacional que é onde tem origem todos os descalabros e desmandos desse país. Sou servidor federal há 25 anos e ainda creio em gente compromissada com a coisa publica, mas não é tomando atitudes radicais, ainda que com o respaldo da legislação que vamos consertar esse país. Vamos educar as crianças que serão homens e mulheres do futuro afim de que possamos ter gente capaz e que se envergonhe de parasitar os postos de serviço, sejam estes públicos ou privados. Viva o Brasil, Viva a Ordem e o Progresso.
 
Josue Ratier de Souza em 07/12/2010 09:15:32
Eu sei que a falta de responsabilidade de muitos servidores públicos faz com que haja indignação por parte da população, mas infelizmente acontece a rotulação de todos os funcionários públicos, sem distinção. Fico muito triste quando ouço: funcionário público não trabalha... e ouço isso de pessoas conhecidas e desconhecidas. Sou servidora desde 2007 e posso afirmar que tenho feito por merecer o salário que recebo, tendo o máximo de responsabilidade no trabalho que faço. Servidores de várias áreas públicas também me indignam pela maneira como encaram o trabalho, acreditando que por ser público podem ter regalias ao contrário do serviço privado e não é sim. Devemos ser responsáveis e prestativos em qualquer área que trabalharmos. O engraçado dessa história é que muitos dos que “atiram pedras” nos servidores, são os mesmo que lotam cursinhos extensivos durante todo o ano, aguardando com anseio uma vaga no serviço público. Realmente é uma hipocrisia. Gostaria que ao falar dos servidores públicos as pessoas tivessem consideração por aqueles que realmente trabalham, não colocando todos em um mesmo grupo, sem distinção nenhuma. Isso é injusto.
 
Gisele de Souza Oliveira em 07/12/2010 09:06:38
Eu sei que a falta de responsabilidade de muitos servidores públicos faz com que haja indignação por parte da população, mas infelizmente acontece a rotulação de todos os funcionários públicos, sem distinção. Fico muito triste quando ouço: funcionário público não trabalha... e ouço isso de pessoas conhecidas e desconhecidas. Sou servidora desde 2007 e posso afirmar que tenho feito por merecer o salário que recebo, tendo o máximo de responsabilidade no trabalho que faço. Servidores de várias áreas públicas também me indignam pela maneira como encaram o trabalho, acreditando que por ser público podem ter regalias ao contrário do serviço privado e não é sim. Devemos ser responsáveis e prestativos em qualquer área que trabalharmos. O engraçado dessa história é que muitos dos que “atiram pedras” nos servidores, são os mesmo que lotam cursinhos extensivos durante todo o ano, aguardando com anseio uma vaga no serviço público. Realmente é uma hipocrisia. Gostaria que ao falar dos servidores públicos as pessoas tivessem consideração por aqueles que realmente trabalham, não colocando todos em um mesmo grupo, sem distinção nenhuma. Isso é injusto.
 
Gisele de Souza Oliveira em 07/12/2010 09:05:03
bom seria ter alguma coisa deste tipo nos posto de saude
NA qual vemos repetidas vezes pacientes alterados nos posto de saude,e nal qual so colocam a culpa nos pacientes,
que verificar a conduta dos atendente e principalmente dos medicos,fala por esperiencia que passei e foi atendido nao por enfermeros e medicos,e sim por uns cavalos,como precisamos fiquei e me contive mas e ai esta a diferença ,nao e todos que tem condiçoes de ser paciente e ser paciente.
o que vale tanto estudo para nada
o que sempre meu avo dizia onde um nao que dois nao briga
que tal madar este juiz para campo grande
 
MARCI NDO PADILHA em 07/12/2010 08:37:35
Parabéns Sr.Juiz , realmente alguem tem que por ordem na casa , a grande maioria dos funcionários publicos acham que estão acima do bem e do mal , atendem ao publico mal e quando questionados , já vem com o velho refrão o sr.está me ofendendo e sempre tem em mente se podemos complicar para que facilitar.
Mais uma vez párabéns , não de moleza para os folgados os que cumprem horário e suas obrigações não vão reclamar das normas
 
José Butinhol em 07/12/2010 08:22:37
Já diz o ditado: tem louco para tudo.
 
carlos alberto souza gomes em 07/12/2010 08:16:44
parabens a esse juiz ,vai que a moda pega ai vai ter que mandar construir muitos presidio , vamos ter que trazer ele para campo grande , vai lavar muitas roupas sujas...............
 
alessandro melo em 07/12/2010 08:11:05
Nao sei se há necessidade de medidas duras com o funcionario público , nao se pode colocar todos num mesmo lugar , cada um tem seu sua idoneidade, sua responsabilidade e competencias, sou servidora pública há 20 anos acho isso um desrespeito com a coletividade.
 
Rita de Cássia em 07/12/2010 07:15:36
Pelo menos alguém tem o bom senso de valorizar o dinheiro que pagamos nos impostos.
Meus parabéns ao juiz. O mais complicado é ver esse povo que são pagos pelo nosso suor fazendo pouco caso com o nosso atendimento. Se esta tendo tempo para ficar de enrolação deve estar sobrando tempo. Precisam rever a quantidade de funcionários nos dias de hoje. Temos que estar atentos aos gastos desnecessários.
 
William Saad em 07/12/2010 06:58:10
Nossa!!!. Se for aquí nos setores públicos da capital,... vai faltar cela.. rsrsr trabalho no setor público sei como é.
 
Marcelo Max em 07/12/2010 06:40:27
O nobre magistrado tem sua razão, tem sua lógica.
Nesse mundo em que vivemos existe até a lógica do absurdo.
 
Carlos Alberto Cordeiro em 07/12/2010 06:28:57
Até que enfim alguém com atitude colocou ordem na casa!
 
Daniely de Oliveira em 07/12/2010 06:26:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions