A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

19/08/2015 10:43

Júri de ex-vereador que matou irmão em 2007 lota Câmara Municipal

Viviane Oliveira
Juri de ex-vereador lotou a Câmara Municipal da cidade. (Foto: Mauro Marques/FM Vitória) Juri de ex-vereador lotou a Câmara Municipal da cidade. (Foto: Mauro Marques/FM Vitória)

Cerca de 50 pessoas acompanham nesta manhã na Câmara Municipal de Terenos, distante 25 quilômetros de Campo Grande, o júri do ex-vereador Hélio Locks e de Milton de Souza Brito. Hélio é acusado de ter matado há 8 anos o irmão Sérgio Locks. O plenário está lotado, mas o clima segue tranquilo, conforme informação de uma funcionária da casa. 

Veja Mais
Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira
Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano

O crime aconteceu em julho de 2007, na Fazenda Santa Rosa, na zona rural do município de Terenos. Sérgio foi atingido por quatro tiros de rifle, calibre 22. A vítima foi atingida por um disparo na perna e três na clavícula esquerda. Na época o caso ganhou repercussão, porque Hélio era vereador na cidade. Já Sérgio, morava em Blumenau (SC) e estava passeando em Mato Grosso do Sul.

Conforme a denúncia do Ministério Público, Hélio levou a vítima até uma mata de difícil acesso com o pretexto de caçar animais silvestres. No local, ele esperou o irmão subir em uma árvores para efetuar os disparos.

O primeiro tiro atingiu a coxa direita de Sérgio, fazendo com que despencasse da árvore. Em seguida, foi alvejado com mais quatro disparos, sem que houvesse qualquer possibilidade de defesa.

Conforme a sentença, depois de matar o irmão, Hélio foi até a cidade e de lá telefonou para Milton pedindo, que acompanhado de José Itamar da Cruz, fosse ao local do crime e de lá retirasse a arma usada na execução.

Durante a investigação do caso, o paradeiro da arma foi descoberto e a perícia concluiu que os projéteis encontrados no corpo da vítima saíram do rifle, que pertencia a Hélio. A sessão do Tribunal do Júri será presidida pelo juiz Marco Antônio Montagnana Morais. 

Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira
Será lançado na próxima terça-feira (6) em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - o livro "A Felicidade pela Literatura: Ensaio entr...
Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...
MPF entra com ação para garantir pesca e extração à comunidade ribeirinha
Foi ajuizada ação civil pública pelo MPF (Ministério Público Federal) para garantir o direito a pesca de subsistência e extrativismo sustentável da c...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions