A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2017

23/01/2014 07:48

Justiça condena frigorífico a pagar R$ 300 mil por demissões discriminatórias

Aline dos Santos

A Justiça condenou o frigorífico JBS, em Naviraí, a pagar R$ 300 mil em danos morais coletivos por demissões discriminatórias. A condenação foi pela dispensa em massa de grevistas, por divulgar informações desabonadoras e impedir o acesso de ex-empregados.

Veja Mais
Condutor perde o controle da direção e capota carro ao desviar de animal
Temer tira poder da Funai em demarcações e Famasul elogia medida

Conforme o MPT (Ministério Público do Trabalho), o frigorífico realizou demissões em massa de empregados que participaram do movimento grevista, ocorrido em 2011, e adotou procedimento para impedir o acesso de pelo menos um trabalhador às instalações do JBS, nem mesmo contratado por empresas terceirizadas. Em 2008, também houve, aproximadamente, 200 demissões motivadas pela greve.

O frigorífico JBS foi condenado a não demitir, sem justo motivo, os trabalhadores que venham a aderir a greves e a não divulgar informações desabonadoras sobre a conduta de empregados. A empresa não poderá impedir o acesso de ex-empregados que prestem serviços a empresas terceirizadas. Caso as obrigações sejam descumpridas, a multa será de R$ 30 mil por empregado prejudicado. A decisão é do juiz do trabalho Leonardo Ely.




Esta não é a única unidade que acontece isso...
 
cristiana rosa em 24/01/2014 07:43:50
Parabéns ao Juiz Leonardo Ely.
por isso que sou técnico de segurança do trabalho,l porque eu acredito na justiça do trabalho.
 
Marcos Veiga Alfonso em 23/01/2014 15:25:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions