A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

02/11/2013 10:29

Justiça determina que índios saiam de fazenda invadida em Japorã

Aline dos Santos
Fazendeiros fizeram ato contra invasões de terra. (Foto: Vilson Nascimento)Fazendeiros fizeram ato contra invasões de terra. (Foto: Vilson Nascimento)

A Justiça Federal determinou reintegração de posse da fazenda Chaparral, uma das 14 propriedade rurais invadidas por índios guarani-caiuá no município de Japorã, região Sul do Estado.

Segundo A Gazeta News, caso eles não saiam de forma espontânea após a notificação, a decisão autoriza o uso de força policial na reintegração de posse. A ordem judicial foi anunciada ontem durante ato contra invasão de terras.

Os proprietários da fazenda Chaparral já haviam conseguido na Justiça o direito de realizar, sob escolta da Polícia Federal, o manuseio do rebanho e a manutenção do local. Pedro Fernandes, proprietário da fazenda São Jorge (antiga Agrolack), obteve decisão judicial para imunidade. Ou seja, os indígenas estão proibidos de irem até a sede da fazenda.

A região virou um novo foco de tensão na disputa fundiária em Mato Grosso do Sul. A briga por terra entre índios e fazendeiros já tem status de característica local e a situação se agrava ano a ano.

A última reintegração de posse realizada no Estado foi em 30 de maio, na fazenda Buriti, em Sidrolândia. A ação resultou na morte do terena Oziel Gabriel, de 35 anos. O conflito ganhou projeção nacional e trouxe romaria de representantes do governo federal a Mato Grosso do Sul. 

Em paralelo, o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) fez levantamento e apontou caminhos jurídicos para resolver a questão. No entanto, os dois lados ainda aguardam respostas para solucionar a disputa. 

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions