A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

15/05/2012 10:20

Justiça libera R$ 20 milhões em bens de réus da operação Uragano

Aline dos Santos

A ação revelou um esquema de fraudes e pagamento de propina

A Justiça liberou bens de 71 pessoas físicas e jurídicas que foram bloqueados após a operação Uragano, realizada pela PF (Polícia Federal) em setembro de 2010.

A ação revelou um esquema de fraudes e pagamento de propina envolvendo a prefeitura de Dourados, vereadores, secretários municipais e empresários. De acordo com o jornal Diário MS, os bens somam R$ 20 milhões.

Na lista dos que tiveram os bens bloqueados, o ex-diretor-executivo da Funced (Fundação da Cultura e Esportes de Dourados), Leandro Carlos Francisco recorreu ao TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). Ele teve R$ 4,6 mil bloqueados.

O desembargador Paulo Alfeu Puccinelli cassou a liminar que impedia o acesso dos acusados aos bens. O recurso foi apresentado pelo advogado João Arnar.

Um dos beneficiados pela decisão é o ex-prefeito Ari Artuzi (PMN). Ele renunciou à prefeitura após passar 90 dias atrás das grades.

STF dá mais prazo para PF investigar deputados citados na Uragano
Em fevereiro deste ano, o Supremo mandou quebrar o sigilo bancário de Marçal Filho e Geraldo ResendeO ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Ma...
Adolescente morre ao ser esfaqueado por cunhado durante velório
Jonardo Irala, 17, foi morto com uma facada na altura do peito durante discussão com o cunhado, enquanto participavam de um velório que acontecia na ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions