A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

15/05/2012 10:20

Justiça libera R$ 20 milhões em bens de réus da operação Uragano

Aline dos Santos

A ação revelou um esquema de fraudes e pagamento de propina

A Justiça liberou bens de 71 pessoas físicas e jurídicas que foram bloqueados após a operação Uragano, realizada pela PF (Polícia Federal) em setembro de 2010.

A ação revelou um esquema de fraudes e pagamento de propina envolvendo a prefeitura de Dourados, vereadores, secretários municipais e empresários. De acordo com o jornal Diário MS, os bens somam R$ 20 milhões.

Na lista dos que tiveram os bens bloqueados, o ex-diretor-executivo da Funced (Fundação da Cultura e Esportes de Dourados), Leandro Carlos Francisco recorreu ao TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). Ele teve R$ 4,6 mil bloqueados.

O desembargador Paulo Alfeu Puccinelli cassou a liminar que impedia o acesso dos acusados aos bens. O recurso foi apresentado pelo advogado João Arnar.

Um dos beneficiados pela decisão é o ex-prefeito Ari Artuzi (PMN). Ele renunciou à prefeitura após passar 90 dias atrás das grades.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions