A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

06/12/2013 09:46

Justiça manda soltar sogro acusado de matar cacique em Caarapó

Aline dos Santos
No filme Terra Vermelha, cacique aparece ao lado de  Matheus Nachtergaele. (Foto: Divulgação/UOL Cinema)No filme Terra Vermelha, cacique aparece ao lado de Matheus Nachtergaele. (Foto: Divulgação/UOL Cinema)

A Justiça mandou soltar Ricardo Mendes Quevedo, 54 anos, suspeito de matar o líder indígena Ambrósio Vilhalva, 52, em Caarapó. O suposto autor é sogro da vítima e foi preso em flagrante. 

Veja Mais
Cacique se afastou da comunidade após fama com filme, denuncia Cimi
PF apreende 60 kg de cocaína e prende traficante de 28 anos na MS-164

Uma testemunha relatou que viu Ricardo próximo ao local do crime. Já duas esposas do cacique, mãe e filha, contam que ele, antes de morrer, apontou o sogro como autor das agressões. Ricardo nega a autoria e diz que não saiu de casa na noite do assassinato.

Para o juiz da 1ª Vara de Caarapó, Waldir Peixoto Barbosa, “não ficou caracterizada a situação de flagrância em relação ao indiciado, pois não há elementos mínimos que liguem o homicídio do cacique com o indiciado”. No último dia 3, o magistrado determinou o relaxamento da prisão em flagrante e a expedição do alvará de soltura.

O líder indígena foi morto na madrugada do dia 2 dezembro, na aldeia Guyraroká, distrito de Cristalina. Ele chegou sangrando em casa, onde vivia com as três esposas. A família tentou socorrê-lo e acionou a polícia, mas Ambrósio morreu dentro do barraco.

A vítima estaria bebendo em companhia de amigos, quando o crime aconteceu. Na ocasião, a polícia e a perícia técnica apreenderam uma faca com vestígios de sangue e dois indígenas foram levados à delegacia para prestar depoimento.

O cacique recebeu golpes de um instrumento não identificado pela perícia, causando-lhe ferimentos na nuca, pescoço e cabeça, que foram a causa da morte.

Ambrósio Vilhalva participou do filme Terra Vermelha, dirigido por Marcos Bechis, e rodou o mundo divulgando o longa-metragem. Segundo o Cimi (Conselho Indigenista Missionário), o cacique, conhecido por lutar pelo direito a terra, acabou se dissociando do estilo de vida indígena. 

Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira
Será lançado na próxima terça-feira (6) em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - o livro "A Felicidade pela Literatura: Ensaio entr...
Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions