A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

23/02/2011 10:46

Laboratório atrasa e divulgação de laudo sobre mortes de peixes é adiada

Aline dos Santos
Milhares de peixes morreram mês passado no Rio Negro. Milhares de peixes morreram mês passado no Rio Negro.

Prevista para hoje, a divulgação do laudo final sobre a morte de milhares de peixes no rio Negro, no Pantanal, foi adiada para sexta-feira.

De acordo com o diretor do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), Roberto Gonçalves, o laboratório Task, de São Paulo, atrasou na remessa dos resultados.

A expectativa é que o resultado dos exames seja remetido hoje, para que o laudo fique pronto até o fim desta semana.

Dois relatórios expedidos pelo Imasul já atribuíram a mortandade à “decoada”. Neste fenômeno, a vegetação local entra em decomposição na seca. Com a chegada da cheia, o material orgânico, junto com a água quente, contribui para diminuir o oxigênio, forçando os peixes a subir à superfície.

O laboratório Task repassará o resultado dos exames sobre a existência ou não de defensivos agrícolas em amostras de peixes.

No dia 30 de janeiro, foram vistos pintados, cacharas, dourado, piranha, tuvira, sardinha e até arraias e pacus, que nadam em águas mais profundas, mortos na superfície do Rio Negro, em plena Piracema (período de reprodução). A quantidade de peixes mortos somou cerca de 1.000 toneladas.




o Laboratório responsável pelas análises não seria o TASQA ????
 
Danilo Heredia em 24/02/2011 08:10:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions