A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

14/04/2014 14:49

Ladrões invadem creche em Ladário e prejuízo é de R$ 10 mil

Lidiane Kober
Secretária de Educação contou que ladrões só não levaram a TV, porque não passou pela janela (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)Secretária de Educação contou que ladrões só não levaram a TV, porque não passou pela janela (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)

Ladrões invadiram, entre o domingo (13) e a madrugada de hoje (14), o Centro Municipal de Educação Infantil Professor Antônio Florêncio de Macedo, em Ladário, a 419 quilômetros da Capital, e levaram computador, DVD, ventilador, garrafas térmicas e objetos utilizados nas atividades diárias com as crianças. O prejuízo estimado é de R$ 10 mil.

Veja Mais
Drenagem passa no teste e evita que bairro fique embaixo d´água durante chuva
Trecho da BR-163 é liberado após um mês de obras de recuperção

“A diretora chegou por volta das 06h30 e, quando entrou, percebeu que estava faltando o computador. Ao verificar o local, se deparou com a televisão na janela. Os ladrões praticaram toda a ação pela janela, só não conseguiram levar a TV”, contou a secretária de Educação, Maria Eulina Rocha dos Santos, ao Diário Corumbaense.

Em pouco mais de meio ano, essa é a segunda ocorrência de furto em unidades de ensino de Ladário, com população de cerca de 20 mil habitantes. No final de setembro de 2013, a Escola Municipal Nelson Mangabeira, no bairro Alta Floresta II, foi arrombada e os ladrões levaram equipamentos didáticos, computadores e materiais de construção.

Poucos dias depois, já no começo de outubro, a Polícia Civil apreendeu dois adolescentes e recuperou grande parte do material furtado. A investigação descobriu que uma quadrilha, composta por cerca de 10 pessoas, utilizava-se de menores de idade para praticar o crime.

“Contamos com o apoio da comunidade, que nos comunique assim que perceber que tem alguém com atitudes suspeitas. São materiais necessários para a aprendizagem dos alunos. A estimativa é de um prejuízo de R$ 10 mil, mas o maior prejuízo foi a perda do acervo da escola que estava no computador, como o histórico dos alunos e fotos”, explicou Maria Eulina.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions