A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

02/12/2013 11:42

Líder de bloqueios e invasões, cacique é morto a facadas em aldeia de Caarapó

Aline dos Santos
Cacique chegou ferido em casa, onde acabou morrendo. (Foto: Sidnei Bronka)Cacique chegou ferido em casa, onde acabou morrendo. (Foto: Sidnei Bronka)

O líder indígena Ambrósio Vilhalva, 52 anos, foi morto a facadas na madrugada desta segunda-feira em Caarapó. Segundo informações repassadas à Polícia Civil, o cacique chegou sangrando em sua casa, na aldeia Guyraroká, onde morava com as três esposas.

Veja Mais
Pistoleiro morre baleado durante confronto com a polícia do Paraguai
PM encontra mala abandonada em rodoviária com tabletes de maconha

A família tentou socorrê-lo e acionou a polícia, mas ele morreu dentro do barraco. A vítima estaria bebendo em companhia de amigos, quando o crime aconteceu.

A polícia e a perícia técnica apreenderam uma faca com vestígios de sangue e dois indígenas foram levados à delegacia para prestar depoimento.

Segundo o site da rádio 94 FM de Dourados, ele ficou muito conhecido por invasões de terra e bloqueios de rodovia, além do apoio que dava a outros indígenas na região.




A Sejusp já realizou um estudo sobre as mortes de indígenas no Estado do MS e já comprovou que em 98% dos casos ela é gerada nesta situação descrita pelo artigo. E uns e outros insistem em dizer que o Estado é genocida...e que a culpa é dos....adivinhem...
 
Mônica Corrêa em 02/12/2013 16:20:40
A única coisa que se pode esperar de um fora da lei!! Cadeia ou uma morte trágica. Teve o que mereceu.
 
mauricio palmieri em 02/12/2013 14:50:48
Quer dizer que os proprios indios mataram o seu cacique, que coisa hein? Só falta querer colocar a culpa nos fazendeiros.
 
maximiliano nahas em 02/12/2013 14:41:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions