A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

29/08/2015 09:16

Ligação de MS com SP será alterada de barragem para ponte em novembro

Aline dos Santos, enviada especial a Três Lagoas
Ponte teve investimento de R$ 125 milhões. (Foto: Vanessa Tamires)Ponte teve investimento de R$ 125 milhões. (Foto: Vanessa Tamires)

Lançada no aniversário de 96 anos de Três Lagoas, a nova ponte ligando Mato Grosso do Sul a São Paulo deve ser inaugurada em novembro de 2015, ano em que a cidade comemorou cem anos de fundação. A obra começou em junho de 2011 e tinha prazo de 30 meses para conclusão.

Veja Mais
Sem restauração há 10 anos, rota da celulose sofre com falhas de projeto
Treminhões, buracos e riscos: perigo e paciência marcam a BR-262

A nova travessia fica ao lado da ponte ferroviária e vai substituir a ligação entre os Estados por meio da barragem da usina de Jupiá. O uso viário da hidrelétrica, concluída em 1974, era provisório mas a situação perdura por 40 anos.

De acordo com supervisor da unidade do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) de Três Lagoas, Milton Rocha Marinho, foram investidos R$ 125 milhões e a ponte tem 1.344 metros de extensão. Os recursos são do governo federal.

Atualmente, é feita a pavimentação do acesso à ponte por meio de prolongamento da BR-262. A nova ponte vai absorver o trânsito com duas faixas de tráfego de 3,6 metros de largura cada uma, além de acostamentos de 2,5 metros de largura e passagem para pedestres. 

“Agora que estão fazendo o acesso, o que é um absurdo. A obra teve uma parada, embromou muito. Se estendeu muito mais do que era para ser. Mas, enfim, está saindo e nós precisamos. Não é que a usina não aguente, ela aguenta, mas não foi preparada para isso. Tem sempre que está parando para arrumar o asfalto, que não foi preparado para esse movimento todo”, afirma a prefeita de Três Lagoas, Márcia Moura (PMDB).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions