A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Janeiro de 2017

19/08/2015 22:11

Mãe diz que filha de três anos foi estuprada em Centro de Educação Infantil

Thiago de Souza
Mãe da vítima cobra rapidez na investigação do caso. (Foto: TL Notícias)Mãe da vítima cobra rapidez na investigação do caso. (Foto: TL Notícias)

A mãe de uma criança de três anos denunciou um caso de estupro contra a filha, no CEI (Centro de Educação Infantil) Interlagos. O abuso teria ocorrido no início deste mês, em Três Lagoas. A Polícia Civil investiga o caso e a direção da instituição nega a acusação, dizendo que a criança possuía hematomas antigos, podendo ter sido agredida em outro local.

A mãe da criança disse que buscou a filha no CEI por volta das 17 horas. Ao subir na moto, a criança teria reclamado de dores na vagina. Ainda de acordo com a mãe, na hora do banho, percebeu que a genitália dela estava machucada. Questionada, a filha teria dito que “não podia contar nada porque se não a tia iria brigar com ela". A criança teria sido violentada por uma professora, no banheiro do Centro.  

Após várias tentativas, a mãe convenceu a criança a falar, e a garota relatou que a “tia” a teria levado ao banheiro, levantado sua saia e colocado o dedo em sua vagina.

Imediatamente a mãe acionou o Conselho Tutelar para denunciar o caso. De acordo com o site TL Notícias, o Conselho Tutelar encaminhou a criança para o CREAS (Centro de Referência e Assistência Social) para atendimento psicológico.

Um exame foi realizado no IMOL (Instituto Médico e Odontologia Legal), onde foi constatada a tentativa de violação, porém sem ruptura do hímen.

A escolaA diretora do CEI Interlagos, Olíria Zuque disse não acreditar que o caso tenha ocorrido dentro da escola. Ela disse acompanhar todas as atividades do centro e que a professora acusada, trabalha há cinco anos no local, e nunca apresentou nenhuma conduta suspeita.

Diante da grave denúncia contra professora, a diretora já comunicou o caso à Secretaria Municipal de Educação. No dia que a denúncia foi registrada, ela compareceu ao conselho tutelar, acompanhada da diretora-adjunta e a professora acusada, e se colocaram a disposição da Justiça para prestar qualquer tipo de esclarecimento.

A mãe da vítima se diz indignada com a demora em esclarecer o caso, e acha um absurdo que a professora continue trabalhando na escola, mesmo com a suspeita de ter cometido um crime bárbaro como tal.

Homem é preso por estupro após encontro com meninas de 13 e 14 anos
Dois homens estão sendo acusados de estupro de vulnerável após manterem relações sexuais com duas adolescentes, de 13 e 14 anos. O fato ocorreu em Do...
Homem é preso ao ser flagrado transportando 191 quilos de maconha
Hellington Sant Ana Mota, de 33 anos foi preso acusado de tráfico de drogas por transportar 191 quilos de maconha no porta-malas de um carro. O flagr...
Quadrilha é presa acusada de roubo a joalheria; funcionária é suspeita
Uma quadrilha formada por 10 pessoas foi desarticulada pela Polícia Civil de Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, após investigações de roubo a ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions