A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

31/03/2014 13:57

Mãe e filha morreram em acidente na BR-163 próximo a Congonhas

Bruno Chaves e Graziela Rezende
Vítimas viajavam para Campo Grande quando pneu do veículo estourou causando o acidente (Foto: Cleber Gellio)Vítimas viajavam para Campo Grande quando pneu do veículo estourou causando o acidente (Foto: Cleber Gellio)

As duas vítimas que morreram no acidente do KM 575 da BR-163, próximo ao distrito de Congonhas, em Bandeirantes, eram mãe e filha. Elas moravam em Coxim, a 260 quilômetros de Campo Grande, e estavam viajando para a Capital.

A caminhonete em que as duas trafegavam, uma Mitshubishi L200 Triton, com placas de Coxim, ficou totalmente destruída. Os corpos das mulheres continuam presos às ferragens e por isso não foi possível fazer a identificação oficial.

O Corpo de Bombeiros aguarda a chegada da Perícia da Polícia Civil e do aparelho desencarcerador para cerrar o veículo. Só depois disso que os corpos poderão ser retirados do que sobrou da caminhonete.

Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal), mãe e filha seguiam pelo KM 575 da BR-163 quando um pneu dianteiro da L200 estourou. A condutora perdeu o controle da direção e o veículo rodou na pista antes de bater em dois caminhões.

Uma carreta bitrem carregada de soja, com placas de Santa Helena (PR), foi o primeiro veículo atingido pela L200. Em seguida, a caminhonete rodopiou e bateu em outra carreta, com placas de Curitiba (PR), carregada com tacos de madeira.

Os dois veículos de grande porte tombaram e os motoristas não tiveram ferimentos. Logo após a batida, testemunham acionaram o socorro. Elas afirmam que o atendimento médico demorou uma hora para chegar ao local.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de São Gabriel do Oeste atendeu a ocorrência e constatou os óbitos.

Identificação – Conforme divulgou o Infoco MS, as vítimas do acidente com duas carretas na BR-163 são a empresária Rosimeire Cristina Vidovix Nunes e sua mãe Valdice Vidovix.

Rosimeire e proprietária do Hotel Alphaville em Coxim. Familiares disseram que a empresária levava a mãe, que estava com a clavícula quebrada, para fazer uma cirurgia em Campo Grande.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions