A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

26/10/2015 15:52

Máfia executa a tiros e "embala" corpo de homem; 2º caso em Pedro Juan

Helio de Freitas, de Dourados
Policiais paraguaios recolhem corpo deixado enrolado dentro de saco plástico numa mata em Pedro Juan (Foto: Leo Veras)Policiais paraguaios recolhem corpo deixado enrolado dentro de saco plástico numa mata em Pedro Juan (Foto: Leo Veras)

Mais uma pessoa foi executada na fronteira do Brasil com o Paraguai, na Linha Internacional, onde ficam as cidades de Pedro Juan Caballero e Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande. Por volta de 13h30 desta segunda-feira foi encontrado o corpo de um homem enrolado em sacos pretos, método adotado pela máfia que domina o crime organizado na região, segundo os policiais paraguaios. A vítima ainda não foi identificada.

Veja Mais
Um mês depois da morte de Goldoni, fronteira vive ‘cultura do medo’
Com 50 disparos, quatro homens executam brasileiro e cão na fronteira

O homem moreno, com idade aproximada de 30 anos, foi morto com dois tiros na cabeça e o corpo deixado numa plantação de eucalipto, a cerca de 8 km de Pedro Juan Caballero, próximo à estrada velha que dá acesso à Colônia Cerro Corá’í. Ele usava calça jeans azul, camiseta branca e tênis branco e não foi encontrado nenhum documento que pudesse ajudar na identificação.

Segundo a polícia paraguaia, esse é o segundo caso de execução com as mesmas características. A outra morte ocorreu na quarta-feira passada, no bairro San Juan Neuma.

Cristian David Candia Silva, 25, foi morto a tiros o corpo deixado dentro de sacos de lixo. Conforme os policiais que atenderam o caso, Cristian foi morto em outro local e o corpo jogado na beira da rua, onde foi encontrado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions