A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

26/09/2014 10:48

Mais 2 corpos de vítimas de naufrágio são achados no Rio Paraguai

Viviane Oliveira e Priscilla Peres, enviada especial a Porto Murtinho
O corpo foi encontrado boiando por uma equipe da Polícia Ambiental. (Foto: Marcelo Calazans) O corpo foi encontrado boiando por uma equipe da Polícia Ambiental. (Foto: Marcelo Calazans)
Familiares são consolados após corpo ser localizado dentro de rio (Foto: Marcelo Calazans)Familiares são consolados após corpo ser localizado dentro de rio (Foto: Marcelo Calazans)

Foram localizados, nesta manhã, mais dois corpos de vítimas do naufrágio do barco-hotel Sueño del Pantanal, que virou no Rio Paraguai na última quarta-feira (24), em meio a uma tempestade, em Porto Murtinho, município a 431 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Morador viu barco virar e salvou 4 pessoas ainda em meio a tempestade
Marinha do Brasil e Corpo de Bombeiros retomam buscas a 11 desaparecidos

A primeira vítima encontrada hoje foi identificada como Manuel Coelho Siena. O corpo dele foi visto boiando por uma equipe da PMA (Polícia Militar Ambiental) que navegava o rio. A outra vítima, identificada como Eloy Müller, estava dentro da embarcação. 

Os trabalhos de resgate começaram logo após o barco afundar, por volta das 17h15 de quarta-feira. O primeiro corpo encontrado foi do engenheiro agrônomo Sidinei Romano, depois de Moacir Ponpelo e Leandro Donizete. Os três  últimos já foram encaminhados para o Paraná em avião fretado pelos familiares. 

De acordo com a Polícia, o corpo de Manuel foi localizado bem distante do local do acidente. No total, cerca de 50 pessoas estão envolvidas no trabalho de resgate.

A embarcação, de bandeira paraguaia, foi atingida por fortes ventos por volta das 17h15 durante um tornado. Das 27 pessoas que ocupavam a embarcação, 13 foram encontradas com vida, cinco mortas e agora são nove que estão desaparecidas. A embarcação, que está em pé dentro da água, foi localizada na tarde de ontem (25), a 17 metros de profundidade, na mesma região do naufrágio.

O vendaval que atingiu o município, com 16 mil habitantes, também destelhou 20 casas e derrubou muitas árvores. O prefeito disse, durante coletiva de imprensa, que o prejuízo causado pelo tornado ainda não foi calculado, mas assinou nesta quinta, o decreto que estabelece situação de emergência.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions