A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

03/11/2016 08:03

Manicure e marido são presos por usar adolescentes para distribuir cocaína

Casal mantinha duas quitinetes na periferia de Dourados onde meninas de 15 e 18 anos entregavam papelotes de droga

Helio de Freitas, de Dourados
Casal e as duas adolescentes presos pela PM em Dourados (Foto: Divulgação/PM)Casal e as duas adolescentes presos pela PM em Dourados (Foto: Divulgação/PM)

Um casal preso na noite de ontem (2) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, mantinha um ponto de distribuição de cocaína na periferia que era “gerenciado” por duas adolescentes, de 15 e 18 anos, sobrinhas da mulher. O grupo foi descoberto pela Polícia Militar após denúncia anônima.

Veja Mais
Hoje é dia de Imaculada Conceição, padroeira de Dourados e do Paraguai
Jovem de 26 anos morre após fazer aborto em clínica clandestina

Foram presos o estudante Bruno Pinheiro Dantas, 25, a mulher dele, a manicure Alexsandra Galeano Palácio, 37, a sobrinha dela Janaína Calixto Palácio, e a adolescente de 15 anos, irmã de Janaína.

De acordo com o boletim de ocorrência, inicialmente os policiais militares chegaram às duas adolescentes, que estavam em uma quitinete na Rua Brasil, na Vila Ubiratan, região oeste da cidade, onde funcionava o ponto de distribuição de drogas.

Os policiais descobriram que a “dona da boca” era Alexandra, que aliciava as sobrinhas e mantinha duas quitinetes alugadas. Uma delas era habitada pelas meninas e a outra era usada para guardar a droga.

Após monitorarem o ponto e perceberem a grande movimentação de pessoas, os policiais foram ao local e abordaram algumas pessoas que estavam na frente, mas não encontraram nada suspeito.

Com a permissão de Janaína, os PMs entraram na quitinete, onde encontraram R$ 190 em dinheiro. Na quitinete vizinha, acharam 101 gramas de pasta-base de cocaína, uma balança de precisão e recortes plásticos.

As duas adolescentes confessaram que vendiam papelotes de cocaína por R$ 10 e R$ 20 e que trabalhavam para a tia e para Bruno. Enquanto os policiais estavam no local, o celular de Janaína tocou e um homem pediu um papelote de R$ 20.

Casal preso – Bruno e Alexsandra foram presos do outro lado da cidade, quando chegavam ao residencial Roma III, onde moram. Os dois negaram que morassem no local, mas os policiais encontraram no carro do casal, um Astra, o controle do portão eletrônico do condomínio fechado e a chave com o número do apartamento. Bruno também estava com R$ 2.109,00.

No apartamento 102 do bloco 8, os policiais encontraram, dentro do guarda-roupas, três pacotes de pasta-base de cocaína pesando 295 gramas. Bruno confessou que vendia droga e disse que Alexsandra sabia de sua atividade ilegal.

Todos os acusados foram levados para a Polícia Civil e autuados em flagrante por tráfico. Bruno, Alexsandra e Janaína foram presos e a menor encaminhada para a Unei (Unidade Educacional de Internação).

Jovem de 26 anos morre após fazer aborto em clínica clandestina
Uma jovem de 26 anos morreu depois de fazer um aborto em uma clínica de Porto Murtinho, distante 431 km de Campo Grande na terça-feira (6). A mãe da ...
Segurança reage a assalto, troca tiros com bandidos e é atingido de raspão
Ao reagir durante assalto anunciado por três homens, o segurança Aldair José de Oliveira, 30, ficou ferido ao ser atingido por um tiro. O caso aconte...
Cinco pessoas são atingidas por raio em colheita de cana e uma morre
Um trabalhador rural identificado como Abmael Fernandes dos Santos, de 30 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (7) ao ser atingido por um raio en...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions