A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

20/05/2015 09:23

Manifestação de sem-terra interdita mais um trecho na BR-163

Caroline Maldonado
Manifestantes ocupam seis trechos, desde as 5h de hoje (Foto: MST/MS)Manifestantes ocupam seis trechos, desde as 5h de hoje (Foto: MST/MS)
Manifestantes pararam o trânsito no Km 408 da BR-262, perto de Palmeiras, distrito de Dois Irmãos do Buriti (Foto: Direto das Ruas)Manifestantes pararam o trânsito no Km 408 da BR-262, perto de Palmeiras, distrito de Dois Irmãos do Buriti (Foto: Direto das Ruas)

Integrantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) interditam seis trechos de rodovias. Conforme a CCR MSVia está bloqueado o Km 29 da BR-163, na região de Mundo Novo, além de outros cinco pontos.

Veja Mais
Sem-terra bloqueiam cinco trechos de três rodovias federais em MS
Sem-terra bloqueiam BR-267 por reforma agrária e fila chega a 5 km

Desde as 5h de hoje (20), manifestantes ocupam ainda o km 138 da BR-267, próximo ao trevo de acesso a Angélica; o Km 408 da BR-262, perto de Palmeiras, distrito de Dois Irmãos do Buriti; dois trechos da BR-163, sendo o km 104, próximo a Naviraí e o km 411, na região de Anhanduí; além da BR-060, entre Sidrolândia e Campo Grande, conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal).

Além do MTS, fazem parte das manifestações membros da Fetagri (Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Mato Grosso do Sul) e MCLRA (Movimento Camponeses de Luta pela Reforma Agrária).

Segundo a assessoria do MST, eles reivindicam a aceleração da reforma agrária e a nomeação do superintende do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária).

Há pouco mais de duas semanas, o advogado Celso Cestari, 65 anos, pediu demissão do cargo de superintendente regional do órgão, alegando “problemas pessoais”. Com isso, o ouvidor do Incra no Estado, Sidnei Ferreira de Almeida, exerce o cargo interinamente. 

Marcha - No dia 1º de maio, integrantes do MST começaram as manifestações com a Marcha da Classe Trabalhadora. Cerca de 700 pessoas saíram de Anhanduí e chegaram no dia 5 em Campo Grande. Na manhã seguinte, 400 integrantes de movimentos sindicais rurais ocuparam a sede do Incra em Campo Grande.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions