A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

28/04/2014 14:11

Megaoperação é montada para transportar peças gigantes da China para MS

Bruno Chaves
Peças farão parte da fábrica de fertilizantes da Petrobras em Três Lagoas (Foto: Alex Ornold/Arquivo pessoal/G1 Paraná)Peças farão parte da fábrica de fertilizantes da Petrobras em Três Lagoas (Foto: Alex Ornold/Arquivo pessoal/G1 Paraná)

Uma megaoperação foi montada no Paraná para transportar três peças gigantes que integrarão a estrutura da fábrica de fertilizantes da Petrobras em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande. As unidades foram produzidas na China e começaram a chegar ao Brasil no início do ano passado.

Veja Mais
Pistoleiro executa morador em acerto de tráfico de drogas na fronteira
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS

Ao todo, 10 peças serão trazidas para Mato Grosso do Sul. Conforme o G1 Paraná, a megaoperação mobilizou várias pessoas. De Foz do Iguaçuu (PR), no oeste do estado vizinho, os objetos seguirão parte da viagem em balsas especiais no Lago de Itaipu. Uma das unidades pesa quase 400 toneladas.

A viagem por terra a para a transposição da barragem da Usina de Itaipu é lenta, uma vez que as peças são gigantes. Isso existe a interrupção do fornecimento de energia elétrica em alguns pontos do percurso.

O transporte do material foi previsto para dezembro de 2013, mas só ocorreu em abril deste ano por causa do baixo nível do reservatório nos últimos meses. Guardas municipais, policiais rodoviários federais, engenheiros da usina, bombeiros e funcionários da Copel, entre outros, participam da “missão”.

Vindos da China, os equipamentos desembarcaram no País no Porto de Rio Grande do Sul (RS). De lá, seguiram viagem até a Argentina, por onde subiram o Rio Paraná até Foz do Iguaçu para então virem a Mato Grosso do Sul.

Peças pesam até 400 toneladas (Foto: Alex Ornold/Arquivo pessoal/G1 Paraná)Peças pesam até 400 toneladas (Foto: Alex Ornold/Arquivo pessoal/G1 Paraná)
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...
Hospital Universitário de Dourados alerta para golpe do falso médico
Falso médico estaria agindo em nome do HU-UFGD (Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados) e nesta segunda-feira entrou em co...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions