A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

25/08/2012 16:14

Militares vêm de SP para analisar queda de avião em Água Clara

Aline dos Santos

Empresário, esposa e piloto morreram em acidente

Empresário é uma das vítimas de acidente. (Foto: Ricardo Ojeda/Perfil News)Empresário é uma das vítimas de acidente. (Foto: Ricardo Ojeda/Perfil News)

A queda de avião em Água Clara, que provocou a morte de três pessoas neste sábado, será investigada por dois militares do Serac 4 (Serviço Regional de Aviação Civil), com sede em São Paulo.

De acordo com a assessoria de imprensa da Base Aérea, eles vão amanhã para o local e investigar a causa. A FAB (Força Aérea Brasileira) é responsável por analisar todos os acidentes com aeronaves.

O avião PT-OKZ, um Cessna com capacidade para cinco pessoas, decolou às 6h15 do aeroporto Plínio Alarcon, em Três Lagoas, e caiu na fazenda Serena, em local de difícil acesso, a 75 km de Água Clara.

Morreram na queda o empresário Orestes Prata Tibery Júnior, sua esposa Ellen Martins Prata Tibery e o piloto identificado apenas como Janjão.

Oreste, de 73 anos, era dono do Hotel OT, em Três Lagoas, e ex-presidente da ABCZ (Associação Brasileira de Criadores de Zebu).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions