A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

03/11/2016 09:20

Ministério Público discute crime organizado na fronteira com Paraguai

Encontro começa hoje à noite com palestra de promotor paulista e continua amanhã com presença de autoridades paraguaias

Helio de Freitas, de Dourados
Crime organizado domina dois lados da fronteira (Foto: ABC Color)Crime organizado domina dois lados da fronteira (Foto: ABC Color)

Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande, no epicentro da guerra entre narcotraficantes que dominam a fronteira com o Paraguai, foi escolhida para sediar o encontro do Ministério Público de Mato Grosso do Sul para discutir estratégias de combate ao crime organizado. O “MP Fronteira” começa na noite de hoje (3) e segue durante todo o dia amanhã, no centro de convenções da cidade.

Veja Mais
Hoje é dia de Imaculada Conceição, padroeira de Dourados e do Paraguai
Jovem de 26 anos morre após fazer aborto em clínica clandestina

A região enfrenta uma guerra de narcotraficantes, intensificada após a execução, em junho deste ano, do chefão do crime organizado Jorge Rafaat Toumani.

Segundo policiais dos dois lados da fronteira, a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) assumiu o controle do tráfico de drogas e armas, com apoio de outro barão do crime, o brasileiro Jarvis Gimenes Pavão, que está preso em Assunção, capital paraguaia.

“A troca de experiência com os órgãos de segurança é de grande importância para desenvolvermos questões que têm a ver com o crime organizado”, afirmou o promotor de Justiça e assessor do Núcleo Criminal do MP, Fábio Ianni Goldfinger.

“Essa é a oportunidade também de efetivar e concretizar as propostas que já encaminhamos ao procurador-geral de Justiça, Paulo Cezar dos Passos”, completa.

Promotor de SP – Conforme a assessoria do Ministério Público, hoje será criado o Grupo de Trabalho da Fronteira e tem a palestra “O papel do Ministério Público no combate às organizações criminosas na fronteira” com o promotor de Justiça de São Paulo Flávio Okamoto, marcada para às 19h30.

Amanhã, os trabalhos começam às 8h com a palestra do Juiz do Paraguai Santiago Nuñes, que vai falar sobre “Os instrumentos processuais de combate ao crime organizado no Paraguai e os meios de compartilhamento de prova”.

Em seguida, o major Plácido Garcia Travassos dos Santos da 4ª Brigada da Cavalaria Mecanizada do Exército, vai falar sobre “O Sisfron no combate ao crime organizado”.

O procurador da República em Ponta Porã Ricardo Pael Ardenghi vai falar amanhã às 10h sobre “A integração interinstitucional na fronteira”.

No período da tarde tem palestra sobre o crime organizado com o delegado João Alves, da Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira). Depois acontece a reunião do grupo de trabalho e às 18h de sexta o evento será encerrado.

Jovem de 26 anos morre após fazer aborto em clínica clandestina
Uma jovem de 26 anos morreu depois de fazer um aborto em uma clínica de Porto Murtinho, distante 431 km de Campo Grande na terça-feira (6). A mãe da ...
Segurança reage a assalto, troca tiros com bandidos e é atingido de raspão
Ao reagir durante assalto anunciado por três homens, o segurança Aldair José de Oliveira, 30, ficou ferido ao ser atingido por um tiro. O caso aconte...
Cinco pessoas são atingidas por raio em colheita de cana e uma morre
Um trabalhador rural identificado como Abmael Fernandes dos Santos, de 30 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (7) ao ser atingido por um raio en...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions