A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

16/07/2014 08:08

Miranda comemora 236 anos com desfile e shows musicais

Caroline Maldonado
Cidade tem a segunda maior população indígena do Estado (Foto: Divulgação/Prefeitura)Cidade tem a segunda maior população indígena do Estado (Foto: Divulgação/Prefeitura)

O município de Miranda, a 201 quilômetros de Campo Grande, comemora 236 anos nesta quarta-feira (16). Em 1835, Miranda era distrito do município de Corumbá e foi elevada a categoria de cidade em 1918. A Prefeitura da cidade, que fica na região da Serra da Bodoquena, no Pantanal iniciou os eventos comemorativos na quarta-feira (11).

Veja Mais
Traficante é presa tentando levar maconha para 'boca de fumo' no Amapá
Marido agride mulher com garrafada e se tranca em casa com medo da polícia

Amanhã (15), às 9h, haverá missa campal em homenagem a padroeira do município, Nossa Senhora do Carmo.  Às 10h haverá jogo de futebol amistoso, entre Miranda e Portuguesa. A prefeita, Marlene de Matos Bossay (PMDB), aproveitará para entregar 50 unidades habitacionais, às 15h. As comemorações do dia serão encerradas com o desfile cívico às 17h30, na praça Agenor Carrilho, além de shows com Pratas da Casa e Fred e Victor, durante a noite.

Atualmente, a cidade conta com 5.478 quilômetros quadrados e mais de 26 mil habitantes, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O município, que fica na região Oeste do Estado, tem a economia baseada na produção agrícola.

A cidade tem a segunda maior população indígena do Estado, com as aldeias de índios Terena, a maior delas a aldeia Cachoeirinha; que foi subdividida em Babaçu, Argola, Lagoinha, Cachoeirinha sede e Morrinho. Existem ainda as aldeias de Moreira, Passarinho e Lalima.

Além da Serra da Bodoquena, a cidade conta com diversos pontos turísticos, tais como as construções antigas em estilo Barroco. A Igreja Matriz Nossa Senhora do Carmo fio construída em 1931. A antiga estação ferroviária também atrai turistas e conta a história do município. As fazendas também são procuradas pela beleza que abriga o Pantanal sul-mato-grossense.

História - Com o desbravamento dos rio Miranda e Aquidauana, em 1580 o espanhol Dom Ruy Dias de Melgarejo fundou a cidade que, mais tarde, foi considerada destruída pelos índios Guaicurus que habitavam a região.

Tempos depois foi fundado um presídio como precaução as investidas de castelhanos de Assunção, no Paraguai. Com isso, em 1797 crescia um novo povoado com 40 casas de pau a pique, conforme histórico, conforme o IBGE. Com a instalação de tropas militares, a inauguração do telégrafo e da estação ferroviária da estrada de ferro Noroeste do Brasil, por volta de 1912, o crescimento da cidade foi acelerado.

Marido agride mulher com garrafada e se tranca em casa com medo da polícia
Mulher de 42 anos foi agredida pelo marido com uma garrafada no sábado (3), após ser vista conversando com as amigas em sua casa em Dourados, distant...
Domingo é de redação no segundo dia de prova do Enem em Paranaíba
Candidatos do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grande, fazem neste domingo (4) as provas de reda...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions