A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

16/07/2013 10:58

Miranda faz desfile e show para comemorar 235 anos de emancipação política

Edivaldo Bitencourt
Cidade é a segunda mais antiga do Estado (Foto: Divulgação)Cidade é a segunda mais antiga do Estado (Foto: Divulgação)

O segundo município mais antigo de Mato Grosso do Sul, Miranda, a 202 quilômetros de Campo Grande e com 25,5 mil habitantes, celebra 235 anos de emancipação político-administrativa nesta terça-feira (16). A Prefeitura promove uma série de atividades, como desfile cívico e show musical para comemorar.

Veja Mais
PF apreende 60 kg de cocaína e prende traficante de 28 anos na MS-164
Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira

A cidade fica no Pantanal sul-mato-grossense e tem com Produto Interno Bruto (PIB ) de R$ 257 milhões. A renda per capita da população local era de R$ 10.036 em 2010, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A prefeita Marlene Bossay (PMDB) comanda uma série de atividades, desde a alvorada festiva às 5h de hoje, para marcar as festividades. A programação ainda prevê um amistoso entre Aquidauanense e a seleção de Miranda no Estádio Municipal.

Às 17 horas, na Praça Agenor Carrilho, será realizado o desfile cívico e escolar seguido do desfile de Bandas Marciais do município.

A partir das 21 horas no Parque de Exposições acontece o encerramento da Fecir (Feira Ecológica, Cultural, Indígena e Rural), com show pirotécnico e apresentação da dupla Kid e Kenner. A entrada é franca.

História - Fundada em 1778 a partir da construção do Presídio Nossa Senhora do Carmo do Rio Mondego, por determinação do governador-general Caetano Pinto de Miranda a mando do Capitão das Conquistas João Lemes do Prado. Seu nome inicial era Mondego, que depois formou-se o povoado.

Em 1835, o local passou a se chamar Nossa Senhora do Carmo de Miranda. Em 1857, Francisco Rodrigues do Prado (irmão do fundador do presídio) consegue por meio de lei provincial transformar a localidade em vila com o nome de Miranda, sendo uma homenagem ao ex-governador que iniciou a construção do presídio.

Em 1865 o local foi destruído pelos paraguaios durante a Guerra do Paraguai. Com o progresso a cidade foi reconstruída novamente. Em 1918 foi elevada à categoria de cidade.

Atualmente suas principais atividades econômicas são a agropecuária, indústrias de cerâmica, turismo de pesca e ecoturismo.

Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira
Será lançado na próxima terça-feira (6) em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - o livro "A Felicidade pela Literatura: Ensaio entr...
Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...
MPF entra com ação para garantir pesca e extração à comunidade ribeirinha
Foi ajuizada ação civil pública pelo MPF (Ministério Público Federal) para garantir o direito a pesca de subsistência e extrativismo sustentável da c...



Parabens Miranda pelos seus 235 anos e a todos mirandenses.
 
jansen rocha em 19/07/2013 17:00:31
quero deixar um abraço a todos mirandense pelo aconchego minhas filhas desfilaram ai foram muito bem recebidas desbravadores de corumba, obrigado povo mirandense, luciana

 
luciana maria da costa em 17/07/2013 19:11:58
- Parabéns a todos os nascido nesta cidade, como eu...
 
ROBERTO CARLOS VEIGA LIMA em 16/07/2013 15:37:11
Pelo jeito o que os paraguaios destruíram ainda não se recuperou até hoje.
 
Ronald Pewterson em 16/07/2013 13:47:21
Parabéns Miranda cidade Abençoado.
 
osvaldo lopes em 16/07/2013 12:19:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions