A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

13/05/2015 21:47

Morre homem que contraiu raiva em Corumbá e estava a mais de um mês no HU

Lúcio Borges

Corumbá registra uma morte humana por surto de raiva animal, que já confirmados, são 28 casos de raiva animal, ratificadas por laboratório e um por vínculo epidemiológico. Dentre os animais está o cão que transmitiu a raiva ao paciente, um piscineiro de 38 anos, que morreu nesta quarta-feira (13) em Campo Grande, após quase um mês internado no Hospital Universitário.

Veja Mais
Paciente diagnosticado com raiva humana continua em estado grave
Confirmados mais três casos de raiva animal em cães

O rapaz foi infectado pelo vírus da raiva em Corumbá e estava internado no HU da Capital desde o dia 17 de abril. O estado de saúde do primeiro paciente a ser infectado pelo vírus no Estado, depois de 21 anos, era grave desde a semana passada. Ele demorou cerca de 45 dias para procurar ajuda médica após ser mordido por um cachorro de rua infectado. Ao procurar a unidade de saúde local, apresentava febre, dificuldade respiratória, dores musculares, dores abdominais, tosse e espasmos musculares, além de estar desidratado e com alterações de comportamento.

Desde o último mês de março, Corumbá enfrenta um surto de raiva animal. De acordo com dados da Secretaria de Saúde municipal, em março, 104 pessoas que sofreram qualquer tipo de agressão por cães procuraram atendimento em unidades de saúde do município; em abril, foram 185 e agora em maio, já são 96.

As autoridades sanitárias do município e do Estado tentam várias ações, que já foram desenvolvidas, para bloquear o vírus da doença. Contando ainda com o apoio da Prefeitura de Campo Grande, Marinha e Exército, a Secretaria de Saúde da cidade, através do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), já vacinou 23.059 animais, sendo 18.976 cães e 4.083 gatos.

Rescaldo

Conforme a prefeitura, após cobrir toda a cidade com a vacinação, as equipes do CCZ realizam a fase de "recuperação" para chegar até os animais que ainda não receberam a dose da vacina antirrábica, devido ao fato de os imóveis estarem fechados, durante a etapa anterior.

O CCZ também está realizando a vacinação em sua sede, no bairro Guanã, das 07 às 17 horas, inclusive nos fins de semana.

Paciente diagnosticado com raiva humana continua em estado grave
O homem de 38 anos internado desde abril no HU (Hospital Universitário) diagnosticado com raiva humana continua em estado grave. Os procedimentos que...
Confirmados mais três casos de raiva animal em cães
O município de Ladário, a 419 km de Campo Grande, confirmou mais três casos de raiva animal no município durante a tarde desta segunda-feira (11). Ao...
Surto: exame descarta raiva humana em adolescente de 13 anos
Exame, realizado em adolescente de 13 anos, descartou nova vítima de raixa humana em Mato Grosso do Sul. Atacada por um cachorro de rua em novembro, ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions