A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

11/07/2012 10:04

Morto por espancamento na fronteira integrava quadrilha de Beira-Mar

Francisco Júnior e Marta Ferreira

Iram Tabô Faria, 59 anos, um dos dois homens espancados até a morte em Coronel Sapucaia, integrava uma quadrilha de tráfico internacional de drogas, que atua na fronteira com o Paraguai e tem como um dos chefes o traficante Fernandinho Beira-Mar. Há contra Iram pelo menos quatro processos na Justiça Federal, já com condenação.

Veja Mais
Força Nacional vai continuar por mais 30 dias em área onde índio foi morto
Apenas 60% dos inscritos no Enem participam da segunda prova em MS

Em um deles, ele é réu junto com Romilton Hosi, traficante que fugiu em 2003, pela porta da frente do Fórum de Campo Grande. Hosi, que nunca mais foi localizado, é apontado como um dos homens de confiança de Fernandinho Beira-Mar.

Iram Tabô foi preso em 2002 com um carregamento de 450 quilos de cocaína, em uma pista de pouso de Rio de Verde de Mato Grosso, cidade distante a 207 quilômetros de Campo Grande. Romilton Hosi foi preso junto e fugiu depois do Fórum, durante uma audiência. Policiais militares foram processados, maas inocentados da acusação de favorecer a fuga.

Naquele ano foi a maior apreensão de cocaína no País e a segunda maior apreensão feita em Mato Grosso do Sul.

A droga foi transportada em uma aeronave Cessna, prefixo PT-WTJ, pilotada pelo pai de Iran, Conceição Tabô Faria.

O avião, após aterrisar, foi vistoriado pelos agentes federais que constataram no seu interior 404 pacotes, atados com fita adesiva, alguns com a inscrição em espanhol "Nada Les Pasa". A droga foi embarcada na fronteira com a Bolívia, próxima a Cacoal/RO.

O Corpo de Iran foi encontrado por volta das 17h30 de ontem, em Coronel Sapucaia, com sinais de espancamento de fraturas expostas. No mesmo local foi encontrado também o corpo de Ramon Enrique Mareco, 42 anos, nas mesmas situações. Mareco é paraguaio.

Trabalhador morre ao sofrer descarga elétrica durante conserto de bomba d'água
José Antônio Farias, 51, morreu após sofrer uma descarga elétrica enquanto arrumava uma bomba d'água às margens de uma lagoa, no distrito de Lagoa Bo...
Ciclista morre ao ser atingido por vários tiros disparados por dupla em moto
Wellington Ronaldo de Souza, 34, foi morto a tiros ao ser abordado por dois homens que estavam em uma moto. O homicídio aconteceu às 20h30 de domingo...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions