A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

02/04/2015 08:47

Motorista dorme, caminhão pega fogo e prejuizo passa dos R$ 400 mil

Liana Feitosa
Carreta estava estacionada no pátio de um posto de combustíveis na BR-163. (Foto: Maikon Leal / Coxim Agora)Carreta estava estacionada no pátio de um posto de combustíveis na BR-163. (Foto: Maikon Leal / Coxim Agora)

O motorista Abimael Ferreira Miranda, de 26 anos, dormia na cabine da carreta Mercedes Benz que usa para trabalhar, mas acordou tossindo por causa da fumaça que saía do painel do veículo. O caminhão pegou fogo e os prejuízos podem ultrapassar R$ 420 mil.

Veja Mais
Trecho da BR-163 é liberado após um mês de obras de recuperção
Desmoronamento afeta único acesso pavimentado a município de MS

Segundo o jornal Coxim Agora, a carreta estava estacionada no pátio de um posto de combustíveis nas margens da BR-163, em Coxim, cidade a 260 quilômetros de Campo Grande.

Segundo Abimael, uma tocha de fogo se formou no veículo e só deu tempo de pegar a carteira, o celular e uma bolsa, que foram jogados para fora do caminhão. O incêndio ocorreu por volta de 5h30 desta quarta-feira (1).

Militares do Corpo de Bombeiros de Coxim foram acionados para combater o incêndio no veículo. No entanto, as chamas se alastraram pela cortina da cabine e não pode mais ser controlado, destruindo a carreta por completo, que estava carregada de algodão em pluma.

Prejuízo pode ultrapassar R$ 420 mil. (Foto: Maikon Leal/ Coxim Agora)Prejuízo pode ultrapassar R$ 420 mil. (Foto: Maikon Leal/ Coxim Agora)

Preocupado com outros caminhões estacionados no mesmo pátio, Abimael pediu que outros motoristas retirassem seus veículos.

De acordo com a seguradora, a empresa teve prejuízo de R$ 150 mil somente com a carga. Mas as perdas se estendem ao veículo, avaliado em R$250 mil, além dos danos causados na carroceria, que foi de R$ 20 mil. Somados, os prejuízos podem ultrapassar R$ 420 mil.

Ainda segundo o motorista, foram destruídos também R$ 4.600 em cheques e R$ 1.600 em dinheiro. Só restaram R$ 100 na carteira de Abimael.

Conforme o Coxim Agora, o motorista acredita que o fogo tenha iniciado no rastreador do caminhão. Mesmo quando o veículo está desligado, o equipamento não desliga e fica enviando sinal para a central.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions